Início Notícias de Maricá Maricá capacita servidores públicos na prevenção de acidentes

Maricá capacita servidores públicos na prevenção de acidentes

A capacitação foi dirigida para os servidores administrativos da Casa da 1ª à 3ª Idade. (Foto: Fernando Silva | PMM)

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal de Ações para o Idoso, promoveu nesta sexta-feira (03/05), mais uma capacitação na prevenção de acidentes, ministrada pelo técnico em Enfermagem da SAMU, Claudemir Quirino. Desta vez, a atividade foi dirigida para os servidores administrativos da Casa da 1ª à 3ª Idade,  multiplicadores de informação assim como os professores da instituição, capacitados na primeira etapa do curso. A segunda etapa foi direcionada aos idosos, com palestra ministrada na Câmara de Vereadores, pela Fundación MAPFRE, em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos.

A capacitação foi dirigida para os servidores administrativos da Casa da 1ª à 3ª Idade. (Foto: Fernando Silva | PMM)
A capacitação foi dirigida para os servidores administrativos da Casa da 1ª à 3ª Idade.
(Foto: Fernando Silva | PMM)

O evento contou com um café da manhã e abertura oficial com a palavra da secretária Denize Fortes. A parte da manhã foi dedicada à palestra sobre Suporte Básico de Vida (Life Basic Suport), sistema de atendimento de emergência que pode ser realizado por qualquer cidadão devidamente treinado, antes da chegada do socorro avançado (Bombeiros, SAMU).

Temas como quadros clínicos de desmaio, convulsão, afogamento, e traumáticos quedas e atropelamentos, foram abordados pelo técnico, acompanhados de projeção no datashow. Foi lembrada a importância dos procedimentos corretos na corrida contra o tempo (rapidez com segurança), como verificação do pulso carotídeo, chamada imediata de socorro, estabilização da vítima em posição de acordo com o trauma, ventilação, compressão torácica ou abdominal, boa respiração e outros procedimentos.

Teoria e prática

No horário da tarde, os socorristas Claudemir Quirino e Luiz Carlos Gonçalves, condutor da “motolância” (motoambulância), demonstraram na prática os procedimentos relatados na teoria. Foram simulados casos de trauma, choque, afogamento, fratura e a prestação de socorro, da maneira apropriada. 

Foram exibidos equipamentos como luvas e máscaras; e equipamentos de socorro da SAMU, como colar cervical, headblocks, prancha de madeira, o DEA (Desfibrilador Eletrônico Avançado) processador de leitura e estimulador eletromagnético, com indicação de procedimentos de emergência, como choque eletromagnético em parada cardíaca, com estabilização do ritmo respiratório através de bolsa de ventilação (Ambu), entre outros.

Quirino e Gonçalves abordaram ainda os socorros nos casos de afogamento, picada de animal peçonhento, asma e acidentes no trânsito. “Não existe idade, nem gênero, ou condição social que diferencie o atendimento. Nosso trabalho é de primeiros socorros. Se bem realizado, ganha-se tempo de vida para o paciente, o chamado período de ouro, onde procuramos preservar a cadeia de sobrevivência, sem quebra dos procedimentos que mantêm a corrente da vida”, enfatizou o palestrante. A recepcionista Elisabeth Ribeiro, 29 anos, disse ter aprendido bastante. “Muito útil, para lidar com os idosos no trabalho e para o nosso próprio dia a dia”, afirmou.

A coordenadora do núcleo Santa Paula da Casa da 1ª à 3ª Idade, Carmem Helena, 48, trabalha com 62 idosos, e declarou que a capacitação foi proveitosa. “Como disse o instrutor: é melhor conhecer sem precisar usar, do que precisar usar e não conhecer”. Ao final, todos receberam certificados do projeto assinados pelo Dr. Luiz Carlos Artu, da Secretaria Municipal de Saúde, com a parceria da Secretaria de Ações para o Idoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui