Vigilância Sanitária Municipal apreende alimentos impróprios para consumo no Supermarket

A Vigilância Sanitária de Maricá, da secretaria municipal de Saúde, realizou nesta quarta-feira (09/10) uma operação de fiscalização de produtos no supermercado Supermaket, em São José do Imbassaí. Os cinco fiscais flagraram mais de uma tonelada de produtos vencidos, com prazo de validade adulterado ou acondicionados inadequadamente (carnes e laticínios expostos sem refrigeração), além de embalagens violadas. As mercadorias serão periciadas pela Polícia Civil e o caso foi registrado na 82ª DP. Esta foi a segunda vistoria feita em um mês no mesmo local pela Vigilância Sanitária Municipal, que resultou na apreensão de produtos impróprios para consumo – a primeira aconteceu em 05 de setembro e foram recolhidos 300 kg.

Uma tonelada de mercadorias estavam impróprias para consumo no SuperMarket em São José. (Foto: Clarildo Menezes | PMM)
Uma tonelada de mercadorias estavam impróprias para consumo no SuperMarket em São José.
(Foto: Clarildo Menezes | PMM)

Os fiscais também apreenderam uma grande quantidade de margarina (os produtos serão pesados após a perícia), que estava guardada em um depósito com bebidas e produtos não perecíveis em temperatura ambiente. Segundo o superintendente da Vigilância Sanitária, Alexandre Alvarenga, esses produtos precisam ser acondicionados em local refrigerado. “Outra ilegalidade é que encontramos veneno de rato próximo aos produtos”, afirmou Alexandre.

Entre os produtos vencidos e que foram pesados pelos fiscais estavam 600 kg de carnes, laticínios e doces com prazo de validade adulterado e sem o Selo de Inspeção Estadual, da secretaria de estado de Saúde, ou o Selo de Inspeção Federal, do Ministério da Agricultura. O superintendente explica que esses produtos, após abertos, têm prazo para serem consumidos. “Eles abrem um queijo, por exemplo, que tem o selo de fiscalização destes órgãos e cortam em vários pedaços colocando um novo prazo de validade sem autorização dos órgãos competentes. Este produto pode estar vencido e ser colocado para venda com o prazo ilegal”, declarou.

PROCON-RJ

Em setembro o Serviço de Proteção ao Consumir do Rio de Janeiro (PROCON-RJ) apreendeu cerca de 27 toneladas de alimentos impróprios para consumo em Maricá. Diversos estabelecimentos, principalmente a rede de supermercados Estrela do Sul, continham alimentos estragados e fora da validade à venda.

Carnes e laticínios estavam expostos sem refrigeração. (Foto: Clarildo Menezes)
Carnes e laticínios estavam expostos sem refrigeração.
(Foto: Clarildo Menezes)

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

2 comentários em “Vigilância Sanitária Municipal apreende alimentos impróprios para consumo no Supermarket

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline