Início Carnaval Maricá: Caos na saúde pode afetar o carnaval

Maricá: Caos na saúde pode afetar o carnaval

Com o patrocínio em R$4,5 milhões para os Acadêmicos do Grande Rio desfilar com o enredo a cidade de Maricá, pago com dinheiro público, a cidade teve um aumento no número de turistas e visitantes e pode sofrem com o caos no sistema municipal de saúde.

Da redação | João Henrique – A cerca de uma semana do carnaval, a cidade já vem recebendo mais turistas do que nos últimos anos. É o reflexo natural do gasto de R$4,5 milhões na Grande Rio em 2014. Porém, um grande descaso com a área da saúde pode acabar prejudicando o carnaval e elevando o número de vítimas, entre acidentados e foliões que passam mal exagerando no consumo de bebida alcoólica.

Uma senhora de 52 anos de idade passou mal em sua residência no último sábado (22) e não conseguiu atendimento do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Mais de quatro tentativas – uma delas com mais de quinze minutos – e nada de ninguém atender. Após recebermos a informação, procedemos à base do SAMU, localizada no Hospital Municipal Conde Modesto Leal. Para nossa surpresa, não havia sequer um funcionário no local, porém, duas ambulâncias estavam paradas na base, uma com aviso de fora de operação. Enquanto isso, na praça Orlando de Barros Pimentel, duas ambulâncias estavam estacionadas para eventuais atendimentos no show de Beth Carvalho.

Siga-nos no Facebook:

A disputa política prejudica o atendimento aos pacientes e aumenta a cada dia a lacuna entre o atual funcionamento da saúde em Maricá e o que imaginamos ser aceitável.

No entanto, parece só festa, já que os funcionários do alto escalão do governo municipal e muito menos os vereadores não utilizam o único hospital da cidade. Eles figuram entre os usuários do camarote nos eventos que acontecem no Centro da cidade, como é o caso da filha do ex-presidente Lula, Lurian Silva. A jornalista é ‘amiga’ do prefeito de Maricá e perde a linha das farras promovidas na cidade, como foi no ensaio da Grande Rio nas ruas do Centro do município e no show da Beth Carvalho no último sábado (22).

Será que neste carnaval teremos mais médicos no hospital? Nos postos de saúde? Ou até mesmo nos locais onde haverá folia? 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui