Início Outras notícias Leitor reclama do péssimo serviço dos correios em Maricá

Leitor reclama do péssimo serviço dos correios em Maricá

Leitor reclama do péssimo serviço dos correios em Maricá.

Recebemos através do nosso email uma carta do leitor Eduardo Baldaci, cidadão maricaense, que desabafa de como é ruim a generalização de quem reclama dos serviços públicos em Maricá. “Toda vez que alguém reclama de algo acha-se logo que tal pessoa é do partido “A” ou “B”. Penso que isto na realidade é uma fuga do foco em resolver o problema, continuando assim o ciclo “a gente reclama e ninguém nunca faz nada”.

Confira na íntegra:

Prezados senhores,

                 Escrevo-lhe como cidadão brasileiro e cidadão maricaense, afim de reclamar de um direito básico de nossa população local, à saber, o recebimento de nossas correspondências !

                 Sei que, em nossa querida Maricá, toda vez que alguém reclama de algo acha-se logo que tal pessoa é do partido “A” ou “B”. Penso que isto na realidade é uma fuga do foco em resolver o problema, continuando assim o ciclo “a gente reclama e ninguém nunca faz nada”.

                Sei que outros sites já noticiaram o problema, e tudo continuou do mesmo jeito!

                “Então, por que tentar?” – Perguntariam alguns – Eu explico: “Porque mesmo que nada tenha sido feito, AINDA temos os nossos direitos !”

                É fato sabido que os Correios, apesar de serem uma empresa pública, se tornou um negócio com muitos focos, aonde o dever de entregar as correspondências não é o foco central faz muito tempo.

               Durante anos, a cidade de Maricá teve um CEP único. Depois de tantas cobranças, passamos à ter CEP por logradouros.  Sei que a Prefeitura já informou aos correios todas as alterações necessárias para que este cadastro seja sempre atual e eficaz.

             Porém, basta você enviar ou estar para receber uma correspondência, encomenda ou SEDEX para começar a crise de dor de cabeça e pressão alta de qualquer um ! E isto porque nem vou citar o atraso com boletos vencidos por conta da entrega normal..

            Quem nunca leu no site de rastreio, a seguinte informação: “Logradouro com numeração irregular – Objeto sujeito a atraso na entrega ou a devolução ao remetente” ou “Entrega não efetuada – Carteiro não atendido Será realizada nova tentativa de entrega”. Quando o endereço era suficiente, o CEP correto e havia pessoas esperando tais correspondências??? Isto se transformou uma espécie de “desculpa padrão”, que aliás é usada em outros estados. Houve época em que fui obrigado à colocar uma placa com os seguinte dizeres: “Sr. Carteiro, estou EM CASA esperando ENCOMENDA !”

             O pior é que ao tentar reclamar, você não encontra o Telefone da CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO DOMICILIAR no site dos Correios. Ou quando você vai até a agência central, encontra um funcionário sem educação que não lhe ajuda em nada na solução do problema !

            Para minha surpresa, antes de ligar no SAC dos Correios, descobri que há inúmeras reclamações de outros maricaenses no site www.reclameaqui.com.br . Descobri também que o Correio não dá a mínima atenção à estas reclamações, pois como eles possuem Ouvidoria acreditam que não precisam se preocupar com o que os usuários reclamam nas redes sociais e sites. Como é uma postura institucional, eles na realidade comunicam que “não estão nem ai” para o que você está pensando…

            Um amigo me disse: “Não adianta reclamar, pois são funcionários públicos federais!” Pois bem, esta afirmação por si só foi a resposta à uma outra pergunta: “O que podemos fazer como usuários?”

            Simples, todo o servidor público tem um código de ética. No caso do servidor dos Correios é a Lei 8027/90 | Lei nº 8.027, de 12 de abril de 1990, que no seu artigo Artigo 2º diz:

“São deveres dos servidores públicos civis:

I – exercer com zelo e dedicação as atribuições legais e regulamentares inerentes ao cargo ou função;

II – ser leal às instituições a que servir;

III – observar as normas legais e regulamentares;

V – atender com presteza:

             a) ao público em geral, prestando as informações requeridas, ressalvadas as protegidas pelo sigilo

X – tratar com urbanidade os demais servidores públicos e o público em geral”

De acordo com a Portaria nº 567, de 29 Dezembro de 2011 que normatiza o serviço dos correios, o Artigo 2º não é cumprido à risca em Maricá.

            Assim sendo, como ninguém dá a devida atenção as reclamações que até agora já foram feitas, eu sugiro aos Maricaenses utilizarem o canald a  Ouvidoria da Controladoria da União. No link http://www.cgu.gov.br/denuncias/FormularioDenuncia.asp você pode como cidadão cobrar “de cima para baixo” providências diretamente ao Ministério das Comunicações sobre “preguiça, falta de educação e péssimo serviço de entrega das correspondências” em Maricá ou qualquer outro lugar do Brasil.

          Antes de escrever esta carta do Leitor, eu tentei ser “legal” reclamando na agência, no Centro de distribuição, no SAC… mas nada deu resultado. Não consegui sensibilizar a direção local dos Correios que a minha rua que se chamava “1º de Maio” virou “Luis Fernando dos Santos Caetano”, mas que continuo no mesmo local geográfico. Porém, que os Correios preferem inserir como “Logradouro com numeração irregular”.

         Seria totalmente desnecessário escrever esta carta que “levanta uma lebre” para toda a população, se o serviço fosse feito com “presteza, urbanidade e educação”. Se o funcionário ao invés de dizer: “Vá procurar os seus direitos”, fornecesse uma resposta humanizada e eficaz.

               Eu sinceramente espero que algum líder regional dos Correios leia esta carta, e que com amor ao seu emprego, tome providências. Pois há um pensamento que diz: “Problemas são sinos que tocam e tocaram mais alto até que vocês os resolva”.

             Não resolveu em Maricá, será que resolve em Brasília?

              Atenciosamente,

              Eduardo B Lima

              Ouvidor Público

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui