PT tenta censurar reportagem de ‘Veja’

O Partido dos Trabalhadores tentou censurar uma reportagem veiculada no site de ‘Veja’ entrando com um pedido no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O ministro da corte, Admar Gonzaga negou nesta sexta-feira (24) este pedido, feito pela coligação da candidata Dilma Rousseff.

A publicação continha parte de um dos depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Yousseff, preso na Operação Lava Jato, onde alega que Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham conhecimento do esquema de corrupção na Petrobrás. Veja a reportagem clicando aqui.

Para Admar Gonzaga, o pedido da coligação de Dilma não é cabível, visto que se baseou num dispositivo legal que só valerá para as próximas eleições. No pedido de abertura do processo, os advogados do PT dizem que “Veja” antecipou sua edição com o objetivo de “agredir” a imagem de Dilma e afetar a “lisura do processo eleitoral”.

Dilma aproveitou parte do seu tempo no horário eleitoral na TV para atacar a publicação. Em um longo discurso, a candidata petista classificou de “terrorismo” o que a publicação faz.

Não posso me calar frente a esse ato de terrorismo eleitoral articulado pela revista ‘Veja’ e seus parceiros ocultos. Uma atitude que envergonha a imprensa e agride a nossa tradição democrática. Sem apresentar nenhuma prova concreta e mais uma vez baseando-se em supostas declarações de pessoas do submundo do crime a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras, que estão sob investigação da Justiça”, afirmou a presidente logo no início da fala.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *