Barco naufragado em Ponta Negra começa a ser desmontado

Da redação | João Henrique

O barco pesqueiro ‘Sinal da Cruz’, que naufragou há mais de uma semana ao bater em uma pedra no litoral de Ponta Negra, começou a ser desmontado por uma empresa contratada pelo dono da embarcação.
A operação de desmontagem que começou na última quinta-feira (29) faz parte de um acordo entre a Capitania dos Portos e os donos do barco, já que as tentativas de retirada por mar utilizando dois rebocadores fracassaram.

Barco está a menos de 10 metros da areia da praia. Operação para desmontagem começou na quinta-feira (29). (fotos: João Henrique | Maricá Info)
Barco está a menos de 10 metros da areia da praia. Operação para desmontagem começou na quinta-feira (29). (fotos: João Henrique | Maricá Info)

Não há previsão de término para a desmontagem do barco e retirada por terra, já que se o mar ficar de ressaca, os trabalhos poderão ser suspensos. Enquanto o barco não é retirado da praia de Ponta Negra, uma faixa de cerca de 200 metros continua interditada, já que pedaços do barco podem se desprender e atingir banhista.
Mas não foi o que vimos na tarde desta sexta-feira (30). Alguns banhistas insistiam em entrar na água na área isolada e, pior, se aventuravam em subir no barco pesqueiro, podendo sofrer graves ferimentos.
De acordo com um comerciante, um banhista desacatou um Capitão De Mar e Guerra da Marinha do Brasil que deu ordem para saírem dos arredores da embarcação. “O cara foi abusado e chamou o oficial de ‘barriga de chopp’.” Comentou.
O ‘Maricá Info’ acompanha o caso do barco que interditou a praia de Ponta Negra desde a segunda-feira (19/01). Confira as reportagens relacionadas:

Partes do barco foram desmontadas e colocadas na areia da praia, que continua interditada para banho. (fotos: João Henrique | Maricá Info)
Partes do barco foram desmontadas e colocadas na areia da praia, que continua interditada para banho. (fotos: João Henrique | Maricá Info)

O barco de 26 metros de comprimento e que carregava 8 mil litros de óleo diesel, pesa aproximadamente 50 toneladas e não conseguiu ser retirado pelo mar por dois rebocadores, um com capacidade para 8 toneladas e outro de 18 toneladas.

Banhistas desrespeitam isolamento e se arriscam subindo na embarcação naufragada. (fotos: João Henrique | Maricá Info)
Banhistas desrespeitam isolamento e se arriscam subindo na embarcação naufragada. (fotos: João Henrique | Maricá Info)

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

2 comentários em “Barco naufragado em Ponta Negra começa a ser desmontado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline