Traficante é suspeito de assassinar ‘Denilson do Parapente’, em Maricá

O traficante Rodrigo Jaccoud, de 36 anos, o “Gordinho da Mangueira” ou “Robozinho”, é o principal suspeito do assassinato de Denilson Carola dos Santos, o ‘Denilson do Parapente’, mais conhecido como ‘Primo’, que mantinha uma pensão no alto da Serra do Camburi, no bairro Pindobas, em Maricá.

De acordo com o Chefe do Setor de Investigações (SI) da 82 DP (Maricá), José Renato Oliveira, a descoberta de que o traficante teria participado da morte de Denilson veio após a polícia ouvir os depoimentos de testemunhas e familiares. Denilson teria descoberto um possível ‘acampamento do tráfico’ na Serra do Camburi que estava sendo utilizado para o preparo e endolação de drogas para serem vendidas nas comunidades do Plano e da Barreira, no bairro Monjolos, em Itaboraí, área controlado por Rodrigo Jaccoud.

Denilson do Parapente sumiu na noite de domingo e seu corpo foi encontrado no começo da tarde da segunda-feira com marcas de paulada. (foto: Divulgação / Facebook)
Denilson do Parapente sumiu na noite de domingo e seu corpo foi encontrado no começo da tarde da segunda-feira com marcas de paulada. (foto: Divulgação / Facebook)

Segundo o Chefe do Setor de Investigações José Renato, Denilson era contra o que estava acontecendo e teria comunicado a Polícia Militar sobre o ocorrido. A PM, por sua vez, realizou incursões na área de difícil acesso mas nada encontrou.
“No dia da morte de Denilson, os homens invadiram a casa dele e um deles era o traficante Robozinho (Rodrigo Jaccoud). Eles foram atrás do Denilson como uma espécie de vingança por ele ter ‘dedurado’ pelos que eles estavam fazendo na Serra. Agora vamos em busca do traficante e dos comparsas que assassinaram Denilson, que era muito querido na região.” Disse José Renato.

Informações sobre o traficante Rodrigo Jaccoud, mais conhecido como ‘Robozinho’ ou ‘Gordinho da Mangueira’ deve ser repassadas pelo telefone: (21) 3731-9965.

Rodrigo Jaccoud tem uma série de passagens pela polícia. Ele também foi libertado do sistema penitenciário em 2009 após oito homens armados com fuzis entrarem na Polinter, na Zona Oeste do Rio e libertarem 30 homens, entre eles o ‘Robozinho’ sem disparar sequer um tiro. Ele teria ido para o ‘Complexo do Alemão’ em 2010 e fugiu após a ocupação, sendo preso em Itaboraí poucos dias depois, após uma denúncia anônima, mas foi colocado em liberdade pouco tempo depois pela Justiça

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

4 comentários em “Traficante é suspeito de assassinar ‘Denilson do Parapente’, em Maricá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline