Maricá: Morador encontra jararaca em ponto de ônibus

Uma cobra jararaca de aproximadamente um metro de comprimento foi encontrada na última terça-feira (22) em ponto de ônibus no loteamento Manu Manuela Village, em Maricá.

O cantor Roberto Gimenez, de 27 anos, contou que estava com a sua mãe, por volta das 18h20, quando avistou a cobra venenosa. Ele conseguiu pegar um pequeno balde e a colocou dentro, acionando o Corpo de Bombeiros, que levou o animal. A cobra se escondeu debaixo de uma caixa d’água, próximo a um trailer abandonado, ao lado do canal que corta o loteamento.

Uma cobra jararaca de aproximadamente um metro de comprimento foi encontrada na última terça-feira (22) em ponto de ônibus no loteamento Manu Manuela Village, em Maricá. O cantor Roberto Gimenez, de 27 anos, contou que estava com a sua mãe, por volta das 18h20, quando avistou a cobra venenosa. Ele conseguiu pegar um pequeno balde e a colocou dentro, acionando o Corpo de Bombeiros, que levou o animal. A cobra se escondeu debaixo de uma caixa d'água, próximo a um trailer abandonado, ao lado do canal que corta o loteamento. A Jararaca-da-mata (Bothrops jararaca) é uma serpente de até 1,6 m, encontrada no Brasil (da Bahia ao Rio Grande do Sul) e em regiões adjacentes no Paraguai e Argentina. Possui corpo marrom com manchas triangulares escuras, faixa horizontal preta atrás do olho, e região ao redor da boca com escamas de cor ocre uniforme. A espécie é responsável por grande parte dos acidentes ofídicos registrados em sua área de ocorrência. Sua cor é marrom com amarelo escuro com rajas pretas. Perigosíssima, prepara o bote ao ver se aproximar qualquer ser. Vive em ambiente preferencialmente úmidos, como beira de rios e córregos, onde também se encontram ratos e sapos, seus pratos mais caçados. Dorme durante o dia debaixo de folhagens secas e úmidas, e gosta de tomar sol, geralmente sol pós chuva.
Cobra venenosa se escondeu debaixo de caixa d’água.

A Jararaca-da-mata (Bothrops jararaca) é uma serpente de até 1,6 m, encontrada no Brasil (da Bahia ao Rio Grande do Sul) e em regiões adjacentes no Paraguai e Argentina. Possui corpo marrom com manchas triangulares escuras, faixa horizontal preta atrás do olho, e região ao redor da boca com escamas de cor ocre uniforme.

A espécie é responsável por grande parte dos acidentes ofídicos registrados em sua área de ocorrência. Sua cor é marrom com amarelo escuro com rajas pretas. Perigosíssima, prepara o bote ao ver se aproximar qualquer ser. Vive em ambiente preferencialmente úmidos, como beira de rios e córregos, onde também se encontram ratos e sapos, seus pratos mais caçados. Dorme durante o dia debaixo de folhagens secas e úmidas, e gosta de tomar sol, geralmente sol pós chuva.

Bombeiros foram acionados e levaram a cobra venenosa.
Bombeiros foram acionados e levaram a cobra venenosa.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Maricá: Morador encontra jararaca em ponto de ônibus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline