Início Meio Ambiente Maricá: Tartarugas marinhas saem do ninho e ganham o mar

Maricá: Tartarugas marinhas saem do ninho e ganham o mar

Os filhotes de tartarugas marinhas ganharam o mar na tarde desta quarta-feira (24) após ficarem quase dois meses no ninho, localizado na praia da Barra de Zacarias, em Maricá.

O nascimento dos filhotes foi acompanhado por membros do projeto Aruanã, que monitorou o ninho durante todos os dias desde a desova, no dia 26 de dezembro, por funcionários da Prefeitura de Maricá, pescadores e moradores.

Essa é a primeira ninhada conhecida de tartaruga marinha (Caretta caretta) em Maricá. O ninha havia sido mudado de lugar para evitar que ressacas o atingisse e prejudicasse o desenvolvimento dos filhotes nos ovos. Dali eles ganharam o mar, onde, segundo biólogos, poucos sobreviverão até a vida adulta, para se reproduzir.

Tartarugas nasceram cerca de dois meses depois da mãe pôr os ovos.
Tartarugas nasceram cerca de dois meses depois da mãe pôr os ovos.

Segundo Amanda Vidal, bióloga da UFF, uma fêmea coloca, em média, 100 ovos e o período de incubação é de 30 a 45 dias. “Essas tartarugas se aproximam da costa de Maricá para se alimentar e esse é o primeiro registro de desova no município”, afirma a bióloga. “Geralmente, elas colocam os ovos no Norte do estado”, acrescentou Amanda. Em média, a espécie cabeçuda mede 1,20 m e chega a pesar 140 kg. Elas são encontradas em mares tropicais de todo mundo e em águas temperadas, se alimentam de caranguejos, moluscos, mexilhões e outros invertebrados triturados com ajuda dos músculos da mandíbula. No Brasil, as áreas de desova estão localizadas no norte da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Sergipe.

turtles marica

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui