Funcionários da Amparo não farão paralisação, segundo empresa

Funcionários da Amparo não farão paralisação, segundo empresa

A Viação Nossa Senhora do Amparo comunicou que seus funcionários não vão aderir à paralisação dos funcionários rodoviários que tem como protesto a não aprovação da Reforma da Previdência.

A ‘Amparo’ comunicou que seus motoristas e cobradores não irão aderir a essa paralisação. O Sindicato está mobilizando esta paralização, de 24 horas, contra as reformas na previdência e trabalhistas promovidas pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Na opinião de Sebastião José, presidente do Sintraturb, as mudanças que podem vir a ocorrer na previdência vão afetar o setor de transportes de todo o país. “O sentimento da categoria é pela paralisação; mas temos que fazer tudo dentro da lei para que a população não seja prejudicada. Para se ter uma ideia, até 1996 o motorista tinha uma aposentadoria especial aos 25 anos que foi tirada pelo ex-presidente Fernando Henrique, passando depois para 30 e 35 anos”, disse ele.

Segurança MaricáMaria da Praça Marica