Maricá: Policiais da Unidade Ambiental poderão receber gratificação da prefeitura

Após o anúncio feito na Câmara de Vereadores de que policiais militares, civis e bombeiros receberiam uma gratificação da prefeitura, de acordo com metas, policiais da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) de Itaipuaçu poderão também receber a gratificação.

O vereador Marcus Bambam e o coordenador de proteção animal da Prefeitura de Maricá Sergio Travi estiveram nesta sexta-feira (7) junto com o Capitão Esteves, comandante da unidade, e ouviram demandas para a melhoria do trabalho no combate à crimes ambientais.

Vereador Marcus Bambam, com o Coordenação Municipal de Proteção Animal, o Capitão Esteves e a Tenente Claudia. (foto: João Henrique)

Também foi proposto pelo vereador Bambam, que compõe a base do governo, que o Capitão Esteves lhe informasse as demandas para que o trabalho possa ser feito de maneira mais eficiente. O comandante desde já lhe informou que os maiores problemas são a manutenção das viaturas e o abastecimento das mesmas. Desde já, Bambam informou que fará a indicação para que a prefeitura possa auxiliar a Unidade de Polícia Ambiental neste momento de crise financeira em que se encontra o estado.

O coordenador de Proteção Animal Sergio Travi também estreitou as relações com a unidade ambiental da polícia, se colocando a disposição em ajudar a equipe a desempenhar um melhor trabalho em Maricá, haja em vista a extensão territorial do município e a quantidade de bens naturais que precisamos proteger. Outra proposta seria colocar um veterinário da prefeitura a serviço da UPAm, para que as denúncias de maus-tratos sejam verificadas.

Moção

O vereador Marcus Bambam também deu uma moção de aplausos devido à uma grande apreensão de armas feita pelos policiais da UPAm Tiririca em Ubatiba. A moção será dada a toda equipe da unidade.

A Unidade de Policiamento Ambiental da Serra da Tiririca é composta de 28 policiais militares, todos vinculados ao Comando de Policiamento Ambiental e atende não somente à Maricá, como aos municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito e Tanguá, onde os policiais se esforçam para combater os crimes ambientais, como a venda de animais silvestres, extração ilegal de areia, pesca ilegal, entre outros crimes, como a fabricação e comercialização de balões e caça ilegal.

Booking.com

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *