Início Meio Ambiente Maricá: Polícia ambiental verifica denúncias de pesca predatória

Maricá: Polícia ambiental verifica denúncias de pesca predatória

Policiais Militares da 6ª Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) verificaram nesta segunda-feira (10) as denúncias de pesca predatória no litoral de Maricá.

Os policiais verificaram diversos pontos, porém, não encontraram as redes. A denúncia foi publicada nas redes sociais e divulgada pelo ‘Maricá Info’ no último sábado.

Os policiais foram até a Praia da Sacristia, entre Ponta Negra e Jaconé, onde seria um dos pontos que estavam as redes de espera, porém, não encontraram nada e ninguém no local. A Polícia Ambiental da 6ª UPAm tem trabalhado arduamente para combater os crimes contra o meio ambiente, principalmente a pesca predatória.

Quem tiver denúncias pode utilizar a Linha Verde do Disque-Denúncia pelo telefone (21) 2253-1177. O anonimato é garantido.

2 COMENTÁRIOS

  1. Sou morador de Itaipuaçu a muitos anos e a poucos anos atrás não tinha a quantidade de redes na beira da praia como hoje, um absurdo, PESCA PREDATÓRIA, CADE A POLÍCIA AMBIENTAL, QUE NÃO FAZ NADA PRA MUDAR, NUNCA NA MINHA VIDA DURANTE TODOS ESSES ANOS NUNCA VI ELES APREENDER UMA REDE SE QUER, ( VERGONHA), infelizmente. ANDANDO DE QUADRICICLO PUDE VER QUE TEMOS REDES DO RECANTO DE ITAIPUAÇU ATÉ A RUA 90 DO JARDIM ATLÂNTICO, ((( ABSURDO ))) TARTARUGA NA AREIA MORTA, PEIXES PEQUENOS, FILHOTES DE CORVINA, PAMPO MORTOS POR CONTA DESTAS REDES QUE ESTÃO ACABANDO COM OS PEIXES DE BEIRA ENTRE OUTROS QUE VEM FAZER SUA REPRODUÇÃO E OS PESCADORES DE BEIRA COMO EU ME REVOLTO PORQUE SOU DA PESCA CONSCIENTE DEVOLVO OS PEIXES QUE SEI QUE PODEM CRESCER MAIS, ENTÃO POLÍCIA AMBIENTAL DÊ A CARA AQUI NA PRAIA E FACA ALGUMA COISA PORQUE HA DE SE PENSAR QUE EXISTE ALGO POR TRÁS DE TANTAS REDES EM TODO O LITORAL SE ITAIPUAÇU. Vamos trabalhar POLÍCIA AMBIENTAL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui