Taxista acusado de estupro em São Gonçalo é preso em Maricá por sequestro

Um taxista, de 33 anos, foi preso na tarde da última sexta-feira, após sequestrar uma mulher utilizando um veículo roubado, em Itaipuaçu, Maricá. O homem também é suspeito de violentar uma faxineira, de 22, no dia 22 de abril, em São Gonçalo. O caso da faxineira foi publicado, com exclusividade, por O SÃO GONÇALO, no mesmo dia da prisão.
De acordo com os policiais do DPO do Barroco, eles receberam denúncias de que um Kia Cerato, com registro de roubo, estava circulando pela região. Em patrulhamento na localidade, os agentes encontraram o veículo e perseguiram o suspeito até a Estrada de Itaipuaçu, onde Anderson perdeu o controle do carro e caiu dentro de uma vala, que corre às margens da via.

À polícia, o acusado confessou que teria sequestrado uma mulher, mas que ela conseguiu escapar após pular do veículo na Rua 1. A vítima contou que estava em casa, em Itaocaia Valley, quando o taxista apareceu procurando pelo seu marido. A mulher contou que ele não estava em casa e acabou sendo sequestrada, mas conseguiu escapar após luta corporal com o suspeito. 
Não foi localizada nenhuma arma com Anderson. A mulher recebeu atendimento no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro, e foi liberada no mesmo dia, após receber atendimento.

O caso foi registrado na 82ª DP (Maricá), onde foi verificado que o taxista já tinha outras passagens por roubo e estupro.
Estupro – A faxineira, que é moradora de São Gonçalo, pegou o táxi em Maria Paula e seguiria para uma pizzaria, que ficava a cinco minutos do local, em Campo Novo. O suspeito parou para abastecer e seguiu pelo caminho errado, fingindo errados tar perdido, segundo a vítima. Ele passou pelo Baldeador e pelos acessos ao Caramujo, em Niterói. Na volta, ele tomou o celular da mão da passageira, pegou seu dinheiro e começou a agredir a vítima com golpes de chave de fenda.

Mesmo após várias tentativas de fuga, o taxista não desistiu das agressões, parou embaixo de uma árvore e iniciou o estupro. Assustado com um motociclista que passou pelo local, o taxista empurrou a vítima do carro e, na fuga, ainda passou com o pneu em cima do pé da jovem. O caso foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói. Hoje, a faxineira deverá ir a delegacia para depor.

Reportagem: O São Gonçalo

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *