Campus Avançado Maricá inicia atividades no Programa Miniempresa

Trinta e cinco estudantes do campus irão participar do Programa Miniempresa 2017 que visa desenvolver habilidades de empreendedorismo por meio de atividades de administração de uma empresa.

O Campus Avançado Maricá realizou a cerimônia de ingresso dos 35 estudantes selecionados para as atividades do Programa Miniempresa 2017, na última quinta-feira, 04 de maio de 2017, com a presença dos pais, mães e responsáveis, e dos servidores envolvidos com a proposta. Desenvolvido pela ONG Internacional Junior Achievement, o programa visa proporcionar aos estudantes do Ensino Médio a experiência prática em economia, negócios, gestão de pessoas, marketing, organização e aspectos operacionais de uma empresa que eles terão que administrar.

Serão quinze semanas de atividades, distribuídas em um encontro de três horas, uma vez por semana na sede do campus que mediará o Programa, tendo como voluntários: para assuntos nas áreas de Marketing, Carlos Roberto Soares Cardoso, Gabriel Gonçalves da Silva e Luíza Fajardo; de Finanças, Célio Bastos Nogueira Júnior; de Recursos Humanos, Elane Maria Farias de Carvalho; e de Produção, Francesco Lugli e Agnaldo da Silva Anchieta.

“É motivo de muito orgulho para nós podermos oferecer para a comunidade de Maricá uma oportunidade tão valiosa para a formação humana e técnica dos nossos estudantes”, destaca a coordenadora do Programa no campus, a professora de Filosofia Elane Maria Farias de Carvalho.

O Programa Miniempresa proporcionará mais uma experiência formativa para os estudantes, fomentando o aprendizado de competências e habilidades que contribuirão para suas vidas profissional e pessoal. Marina Di Blasi e Lucas Santos, estudantes do Técnico em Edificações destacam que o primeiro encontro possibilitou entender melhor sobre como será o trabalho.

O aluno Leonardo Lobão Legentil, do 3º ano, se diz entusiasmado. “Espero ter o aproveitamento máximo e aplicar os conhecimentos adquiridos em minha vida profissional e pessoal. Encaro isso como uma oportunidade única para mim e meus amigos e como um marco na história do IFFluminense, significativo principalmente em nosso campus, onde o programa acontecerá. Apesar do momento difícil em nosso campus, não deixamos de trazer e realizar projetos interessantes e de grande importância para nossa formação técnica e humanística”, ressaltou.

As atividades do Programa também são uma oportunidade para despertar o espírito empreendedor dos estudantes, inseri-los nas discussões sobre o mundo dos negócios, do trabalho e a relação entre empregador e trabalhador.

Eloise Marie Deniau, estudante do 3º ano, espera que o programa amplie seus conhecimentos técnicos e práticos sobre empreendedorismo. “Com os conhecimentos adquiridos, poderei usá-los tanto em minha vida profissional como pessoal. Admiro muito a iniciativa de nosso campus em nos dar a oportunidade de adquirir conhecimento na área de negócios, o que nos possibilitará ter uma maior facilitação no mercado de trabalho”, acredita.

Entre os colaboradores, o servidor Célio Júnior diz ser um privilégio, “pois oportuniza o compartilhamento de experiências como gestor e empreendedor, além do contato que será muito bom com os estudantes”, ressalta, acrescentando que “a dimensão do projeto é muito grandiosa e a nossa vontade de ajudar a todos também”, afirmou.

Saiba Mais: Contando com vinte escolas do Estado do Rio de Janeiro, este Programa visa proporcionar aos estudantes do Ensino Médio a experiência prática em economia, negócios, gestão de pessoas, marketing, organização e aspectos operacionais de uma empresa, e a compreensão dos seus fundamentos, por meio do método Aprender-Fazendo, onde os participantes exercem funções e conhecem as competências necessárias para tornarem-se miniempresários.

Nesse sentido, os estudantes elegem presidente e diretores a fim de administrarem uma empresa, produzindo, avaliando a qualidade e criando estratégias de venda do produto, dialogando com conceitos de livre iniciativa, mercado, comercialização e produção. Como sistematização das atividades, os estudantes participarão da Feira das Miniempresas que irá acontecer na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, reunindo outras escolas técnicas públicas e privadas do estado.

O programa Miniempresa é mantido com o investimento de empresas e indústrias nacionais e internacionais como, por exemplo, a Microsoft, a GE Foundation, a Fundação John Deere, a Gerdau, a Dell, Linx, Instituto Cyrela, o HSBC, a Shell, a Ultragaz, o MetrôRio, a Michelin, InfoGlobo, Baxter, Logicalis, ADP, a Abril, dentre outros parceiros no Brasil e no mundo, além de contar com o auxílio do Sebrae e do Canal Futura. Destaca-se como benefícios deste Programa: vivenciar, na prática, as atividades envolvidas em um processo produtivo; exercitar a comunicação e o planejamento como principais características de pessoas de empreendedoras; desenvolver lideranças e técnicas de recursos humanos, resolução de conflitos, habilidade de falar em público e venda pessoal.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline