Procon apreende mais de 120 kg de alimentos impróprios em comércio de Maricá

Dois supermercados, uma lanchonete e uma clínica foram fiscalizados em nova fase da ‘Operação Ouro Negro’ na segunda-feira (12).

O Procon apreendeu mais de 120 kg de alimentos impróprios para o consumo em um mercado de Maricá-RJ. Além dele, outros três estabelecimentos do município foram vistoriados nesta segunda-feira (12) em uma nova fase da ‘Operação Ouro Negro’. Dois deles a pedido do Ministério Público Estadual, segundo o Procon. Todos os quatro estabelecimentos foram atuados, de acordo com o órgão.
O Procon informou que em um dos mercados foram encontrados cerca de 48 kg de carré sem especificação da data de validade e sem proteção contra poeira e insetos. Além disso, o estabelecimento tinha 36 kg de carne previamente moída na área de vendas do açougue, o que é proibido, segundo o órgão. Linguiças, toicinhos e outros tipos de carne também foram encontrados em condições irregulares. Segundo o Procon, o estabelecimento não apresentou aos fiscais o alvará de funcionamento e o certificado de dedetização.
Em outro mercado, no Centro da cidade, a fiscalização encontrou problemas estruturais em duas câmaras e na área de manipulação das carnes. Na câmara congelada de carnes, o umbral, a porta e o trilho da porta apresentavam sujeira, ferrugem e bolor. De acordo com o órgão, os ralos da câmara resfriada e da área de manipulação das carnes estavam sem proteção para a entrada de insetos. Os fiscais deram um prazo de 15 dias para a regularização das irregularidades sob pena de interdição.
Já em uma lanchonete do bairro Itapeba, foram encontradas cinco latas de cerveja vencidas e 250 g de azeitonas sem especificação da data da abertura e validade. Elas também estavam fora de refrigeração, de acordo com o Procon.
Outra ação ocorreu em ma clínica oftalmológica, no Centro da cidade. A clínica não apresentou à fiscalização o Livro de Reclamações, o certificado do Corpo de Bombeiros e o alvará de funcionamento. Os fiscais também observaram que o estabelecimento não emitia nota fiscal dos serviços.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline