Vereadores de Maricá aprovam, em primeiro turno, criação quase 600 vagas na prefeitura

Foi aprovado nesta quarta-feira (14), por 14 votos favoráveis a 3 contra, o aumento de quase 600 (seiscentos) cargos comissionados na prefeitura de Maricá.

O Projeto de Lei Complementar prevê a criação de cinco secretarias, entre diversas outras coordenadorias, num impacto orçamentário para os cofres do município de R$ 20 milhões somente em 2017 e de mais de R$ 30 milhões para 2018.

O projeto foi criticado pelos vereadores Filippe Poubel e Ricardinho Netuno. Ambos na oposição, comentaram que a cidade do Rio de Janeiro possui apenas 11 secretarias e funciona plenamente, mesmo com mais de 6 milhões de habitantes. Além dos dois, o vereador Chiquinho (PP) votou contra o projeto, de autoria do Poder Executivo. Eles criticaram a contratação pois fere o princípio da isonomia, da igualdade.

O líder do governo na Câmara, Vereador Fabrício Bittencourt (PTB), defendeu a contratação e comentou que o desenvolvimento da cidade depende da ampliação das vagas na prefeitura. “Precisamos ampliar os serviços públicos. (…) O prefeito tem que ter autonomia de seus cargos comissionados. Não tem como ampliar os serviços públicos, sem aumentar o número de funcionários.” Comentou Fabrício.

O Projeto de Lei Complementar ainda irá em votação em segundo turno na próxima sessão, na segunda-feira (19).

Booking.com

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

4 comentários em “Vereadores de Maricá aprovam, em primeiro turno, criação quase 600 vagas na prefeitura

  • 14 de junho de 2017 em 20:39
    Permalink

    TEM ALGUMA COISA ERRADA COM MARICÁ???
    SERÁ QUE ESTA ABANDONADA???
    ESTÃO FAZENDO O QUE BEM ENTENDEM ???
    SERA QUE NINGUÉM ENXERGA ESTA IMORALIDADE DENTRO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ???
    TEM ALGUMA COISA ERRADA COM MARICÁ???

    Resposta
  • 16 de junho de 2017 em 02:02
    Permalink

    A PREFEITURA NAS ELEIÇÕES PASSADAS CORTOU VARIAS SECRETARIAS QUE ERAM DESNECESSÁRIA .COM ISSO PASSANDO PARA POPULAÇÃO UMA FALSA ECONOMIA.
    OS SALÁRIOS DOS VEREADORES E DO PREFEITO TIVERAM UM ABSURDO AUMENTO PELA FALSA ECONOMIA.
    AGORA 6 MESES DE GOVERNO VOTA TODAS SECRETARIAS.
    MARICÁ NÃO RECEBERA NENHUM INVESTIMENTO POR FALTA DE INFRAESTRUTURA E PIOR SEM O MINIMO DE SOBREVIDA SEM ÁGUA E TRATAMENTO DE ESGOTO. (QUEM INVESTI)
    TRISTE 6 MEIA DUZIA DE POLÍTICOS FAZEM UM MUNICÍPIO DE MARICÁ DE CURRAL ELEITOREIRO.
    VOCÊ QUE PAGA ESTA CONTA COMO SE SENTI.
    MARICÁ ESTÁ SE DESENVOLVENDO POR SI PRÓPRIA DENTRO DO MATO SEM NENHUMA INFRAESTRUTURA E PIOR LEVANDO UM FARDO ELEITOREIRO NAS COSTAS.
    ELES FINGE NÃO ENTENDER QUE SEM ÁGUA E ESGOTO NÃO TEM VIDA E LEVAM A POPULAÇÃO A RISCO DE VIDA POR FALTA DE HIGIENE (POÇO ATERSIANO X FOSSA E ESGOTO A CÉU ABERTO ) COM ESTES INGREDIENTES LEVAM A DOENÇAS LEVANDO A ÓBITO.
    A POPULAÇÃO VAI PAGAR UM PREÇO ALTO POR NÃO PARTICIPAR ,COBRAR ,FISCALIZAR E DENUNCIAR

    Resposta
    • 16 de junho de 2017 em 14:00
      Permalink

      Isso é um absurdo que fazem com o dinheiro público!Marica ao contrário das outras cidades do estado e do brasil deve ser uma ilha de prosperidade, pois enquanto o momento pede ética ,transparência e austeridade com o dinheiro público criam-se 600 cargos comissionados…mas não há o que estranhar com quem quer se perpetuar no poder,afinal são 600 votos!

      Resposta
  • 16 de junho de 2017 em 13:41
    Permalink

    Isso é um absurdo que fazem com o dinheiro público!Marica ao contrário das outras cidades do estado e do brasil deve ser uma ilha de prosperidade, pois enquanto o momento pede ética ,transparência e austeridade com o dinheiro público criam-se 600 cargos comissionados…mas não há o que estranhar com quem quer se perpetuar no poder,afinal são 600 votos!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *