Maricá recebe o 39º Festival Estadual de Teatro da Fetaerj

A partir da próxima sexta feira (21/07) Maricá será palco do 39º Festival Estadual de Teatro da Fetaerj – Prêmio Paschoalino 2017 (homenagem ao ator e crítico teatral Paschoal Carlos Magno). Considerado um dos mais importantes festivais do gênero no país, o evento que promete agitar o cenário cultural do município até o dia 30/07, vai levar muita diversão e fantasia para os vários palcos e ruas da cidade. O festival é uma realização em parceria com a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e é uma mostra não competitiva que vai selecionar espetáculos de grupos filiados à federação com o intuito de aguçar a troca de experiências entre artistas e técnicos e propiciar o debate sobre as diversas linguagens cênicas.

“Esse festival é uma grande oportunidade para Maricá descobrir seus talentos e estimular o interesse de quem já trabalha e de quem aprecia a cultura e o teatro”, afirma a secretária de Cultura, Andrea Cunha. “Mas também é uma grande festa e um momento único para convidar o cidadão da cidade a se tornar um público fiel e amante do teatro”, frisa.

A abertura do festival acontece no dia 21/07, no Cinema Público Municipal Henfil, às 21h, com o espetáculo “Alma Cega” que retrata as discriminações sofridas por negros, mulheres e homossexuais. E, mostra ao público que o mundo pode ser bem melhor se houver tolerância e respeito com as diferenças. Ao todo são 10 dias com a apresentação de aproximadamente 20 espetáculos diferentes e gratuitos para todos os gostos e idades.

Confira abaixo a programação completa do 39º Festival Estadual de Teatro da Fetaerj:

21 de Julho – Sexta-feira

21h – Abertura – Alma Cega – Lacraia’s Produções – Maricá/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse: A peça retrata as discriminações sofridas por negros, mulheres e homossexuais, mostra ao público que o mundo pode ser bem melhor se houver tolerância e respeito com as diferenças. O público também é levado a viajar no universo infantil, livre dos rótulos que a sociedade coloca nas pessoas, com cantigas de roda e brincadeiras.

Ficha Técnica
Texto: Odemir Capistrano
Direção, cenografia e figurino: Perceu Silva
Duração: 50 minutos
Classificação: 12 anos

22 de Julho – Sábado

11h – Notícias Pelos Ares – Albatroz Cia de Teatro – São Gonçalo/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse: A sensibilidade em torno da mulher popular. A pobre menina negra e vítima da sociedade machista. Notícias Populares conta, a partir de textos de Elisa Lucinda, histórias vividas pela mulher no cotidiano brasileiro e a luta pela conquista do seu lugar no mundo.

Ficha Técnica
Texto: Felipe Moraes
Direção e Produção: Felipe Moraes e Jéssica Barreto
Duração: 50 minutos
Classificação: 12 anos

21h – Lisbela e o Prisioneiro – Cia de Teatro Casa Verde – Itaguaí/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
A história, em sua maioria, se passa em uma prisão no interior de Pernambuco, na qual Leléu está preso por desonrar uma jovem moça. Ele é um conquistador muito esperto e consegue escapar da prisão mais uma vez. Tenente Guedes fica atordoado com a rebeldia de Leléu e mais ainda porque em poucos dias sua querida filha Lisbela se casará com Dr. Noêmio. Após Leléu ser recapturado, Lisbela vai até a cadeia falar com seu pai, que está conversando com alguns prisioneiros, inclusive Leléu. A partir de uma troca de olhares entre ambos, foi amor a primeira vista.

Ficha Técnica
Texto: Osman Lins
Direção: Alexandre Damascena
Duração: 75 minutos
Classificação: 16 anos

23 de Julho – Domingo

11h – Obediência Cega – Arte em Cena – Volta Redonda/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Uma denúncia… um apelo. Uma indignação contra a obediência que oprime que aliena e mascara; que destrói… Que priva da liberdade! Obediência que mata! Que impede de enxergar a vida com os próprios olhos. Impedidos a simplesmente aceitar e acatar uma verdade que não é sua e viver uma vida que não escolheu. Abafados neste breu há um grito de socorro, um alerta para crianças, jovens e adultos perdidos nessa escuridão… Reprimidos por essa obediência cega.

Ficha Técnica
Texto e Direção: Stael de Oliveira
Duração: 65 minutos
Classificação: 14 anos

16h – Dados Variáveis – Será o Benedito? – Rio de Janeiro/RJ – – Local: Praça Orlando de Barros Pimentel

Sinopse:
O espetáculo de variedades “Dados Variáveis” é um grande jogo onde tem 12 cenas diversas que podem ser feitas até 6 cenas por dia. A quantidade de cenas e as próprias cenas serão uma por uma sorteadas pelo público. Assim que a plateia jogar o dado, terá inicio o espetáculo e na ordem das cenas sorteadas, acontecerá a apresentação. Algumas das cenas com a participação da plateia, ou de improviso e outras pensadas e roteirizadas previamente.

Ficha Técnica
Texto: Andre Garcia Alvez
Direção: Ana Carneiro
Duração: 80 minutos
Classificação: 10 anos

21h – Avesso – CTI Companhia Teatral Independente – Local: Cine Henfil

Sinopse
Três textos de William Shakespeare. Romeu e Julieta, MacBeth e Hamlet. Três releituras. Não possui ordem cronológica e nem linearidade. É o Avesso de Shakespeare. A partir de diversas obras que mostraram outras visões do original, incluindo o Hamlet Machine do Heiner Muller.

Ficha Técnica
Dramaturgia: Ribamar Ribeiro
Direção: Renato Neves e Ribamar Ribeiro
Duração: 60 minutos
Classificação: 16 anos

24 de Julho – Segunda

11h – Precisa-se de Velhos Palhaços – Velhos Amigos – Nova Iguaçu/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Três homens, três amigos, três palhaços. Uma vaga. O espetáculo se passa em uma sala de espera, onde Nicollo, Felippo e Peppino destilam suas angústias, seus cansaços, suas lembranças, enquanto aguardam a oportunidade de sobreviverem com o que escolheram para suas vidas. Apesar das personagens do universo clown, o espetáculo é um drama existencialista, onde a graça se dá pelo ridículo da vida. Assim, dentro deste ambiente, a questão é: Quem ficará com a vaga? Ou melhor, vale tudo para conseguir o que se deseja?

Ficha Técnica
Texto: Matei Visniec
Direção: Anderson Marques
Duração: 60 minutos
Classificação: 12 anos

21h – A Era do Rádio – CIA Atores do Carmo – Carmo/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Musical que conta um dia de programação da Rádio Nacional na década de 50, com humor e critica a interpretação da época.

Ficha Técnica:
Texto: Ana Maria Nunes
Direção, produção, cenografia, coreografia, maquiagem e figurino: Alessandro Curty
Duração: 60 minutos
Classificação: Livre
Gênero: Musical

25 de Julho – Terça

11h – Contos do Mar – Quatro Manos – Rio de Janeiro/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Dois atores-narradores apaixonados por contar HISTÓRIAS, um CENÁRIO INFLÁVEL, iluminação digna de CONTO DE FADAS… assim podemos começar a contar um pouco o que cabem nesses “CONTOS DO MAR”! O universo fantástico das fábulas e dos contos antigos nos inspirou a construir uma grande narrativa, utilizando contos de diversos países: Japão, Itália, Brasil e Hungria. Todos eles apresentam personagens que possuem uma relação direta com o mar: uma princesa que tem como seu bem mais precioso um incrível aquário e neste um animal misterioso que a levará a viver uma grande aventura, um jovem príncipe que atravessa o mar e todos os seus perigos para tentar reestabelecer a saúde de sua mãe, a rainha. E uma personagem fantástica, a senhora das aguas do mar, uma poderosa rainha que se apaixona, é cruel, acolhedora e vingativa

Ficha Técnica:
Texto: Marcos Camelo e Flávio Souza (inspirados em antigos contos populares de tradição oral)
Direção, cenografia, figurino, adereços: Flávio Souza
Duração: 58 minutos
Classificação: livre

21h – Caio – Os Ciclomáticos DNA – Rio de Janeiro/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Um estudo baseado na obra de Caio Fernando Abreu. Você já se sentiu sozinho no meio da multidão? Já gritou tanto, a ponto de sua voz sumir? A agonia e a dor em partes de você que nunca pensou ser possível um dia sentir. “Caio”, é uma história, acima de tudo, sobre o amor.

Ficha Técnica:
Autoria: Caio Fernando Abreu
Adaptação e Direção: Renato Neves e Ribamar Ribeiro
Duração: 50 minutos
Classificação: 16 anos

26 de Julho – Quarta

11h – Morte e Vida Severina – Djota Teatro e Artes – Maricá/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Morte e Vida Severina conta a história de retirantes nordestinos que deixam o sertão por causa da seca e migram para o litoral. A saga desses retirantes, em busca de condições melhores de vida, é acompanhada de perto pelo Carcará, a “Águia do Cerrado”, que representa tanto a morte, quanto a força do homem que retira, na sua busca diuturna pela sobrevivência. Em sua viagem Severino se depara com situações de morte, de desespero, de miséria e fome. Há também uma crítica indireta ao descaso dos governantes quanto a esta situação, vivida por tantos outros nordestinos. Como se trata de um auto de Natal, a peça termina trazendo a esperança de uma nova vida, mesmo que franzina , mesmo sendo uma vida Severina.
Ficha técnica:
Realização: Grupo do céu
Produção: Duda de Marco
Texto : Livre adaptação de Bruno Marçal para texto de João Cabral de Melo Neto
Direção: Bruno Marçal
Classificação: 10 anos

16h – Circo Mimos – MIMO Brasil – Rio de Janeiro/RJ – Local: Cine Henfil (Espaço Externo)

21h – INQUÉRITO 5736 – Apenas uma parte da verdade – Cia de Segunda – Nova Iguaçu/RJ Local: Cine Henfil

Sinopse:
A peça trata fundamentalmente do direito que o ser humano tem de expressar suas idéias com liberdade. A montagem não se concentra na questão do cerceamento ideológico apenas no contexto religioso, ou em um período específico. Branca Dias é acusada de heresia pela Santa Inquisição, mas poderia ser acusada de subversão por qualquer regime ditatorial. Em “Inquérito 5736 – Apenas uma parte da verdade” A personagem principal é torturada e julgada juntamente com seu pai e noivo.

Ficha Técnica:
Texto: Dias Gomes . Livre adaptação: Cia De Segunda – NOSBA
Direção, sonoplastia e cenografia: Anderson Dias
Duração: 50 minutos
Classificação: 14 anos

27 de Julho – Quinta

16h – Dragon O Mundo Maravilhoso da mágica – Maricá /RJ Mostra FETAERJ na Comunidade
Praça Central – Bambuí

21h – Vida de Boneca – Mimos Brasil – Rio de Janeiro/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
A história é de Margarida, uma moderna Medeia, que traída pela vida, mata seu marido, os 5 filhos e por fim põe curso à própria vida. A narrativa é confusa (não por parte do autor, mas por ser a narrativa da personagem) como deve ser confusa a mente de alguém que acabou de tomar veneno; ou como deve ser confusa a mente de alguém que está trancada em um sala e sofre de síndrome do pânico; ou como deve ser confusa a mente de alguém que fantasiosamente (ou não?) se julga uma boneca, e mistura em si mãe e filha ao mesmo tempo.

Ficha Técnica
Texto: Paulo Marcos de Carvalho
Direção e Preparação Corporal: Josué Soares
Duração: 50 minutos
Classificação: 12 anos

28 de Julho – Sexta

11h – Omi – Do leito ao mar – Ávida Cia de Teatro – Niterói/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Narrar é viver. Ao narrar uma história, um resgate do que é contado é construído, e a palavra conduz quem conta e quem ouve a um diálogo e encontro com a trama e as personagens. É desse resgate que surge Omi – do leito ao mar, espetáculo infantil que tem como grande objetivo apresentar os mitos do povo iorubá para as crianças.

Ficha Técnica:
Direção: Gabriel Mendes
Texto: Gabriel Mendes
Duração: 60 minutos
Classificação: livre

14h – A Farra do Boi Bumbá – Os Ciclomáticos Cia de Teatro Mostra FETAERJ na Comunidade
Minha Casa Minha Vida Itaipuaçu

Sinopse:
Com autoria e direção de Ribamar Ribeiro, A história se desenvolve em torno de um rico fazendeiro que tem um boi muito bonito. Pai Chico, trabalhador da fazenda, para satisfazer a sua mulher Catirina, que está grávida e sente desejo de comer a língua do boi. O Pai Chico traz a língua do boi e a confusão está formada. E além da história do boi, a trama também traz pequenos contos do folclorista Câmara Cascudo.

Ficha Técnica:
Direção Geral e Autoria: Ribamar Ribeiro
Duração: 50 minutos
Classificação: Livre
Gênero: Comédia Musical Brasileira

16h – A Farra do Boi Bumbá – Os Ciclomáticos Cia de Teatro Mostra FETAERJ na Comunidade
Minha Casa Minha Vida inoã

Sinopse:
Com autoria e direção de Ribamar Ribeiro, A história se desenvolve em torno de um rico fazendeiro que tem um boi muito bonito. Pai Chico, trabalhador da fazenda, para satisfazer a sua mulher Catirina, que está grávida e sente desejo de comer a língua do boi. O Pai Chico traz a língua do boi e a confusão está formada. E além da história do boi, a trama também traz pequenos contos do folclorista Câmara Cascudo.

Ficha Técnica:
Direção Geral e Autoria: Ribamar Ribeiro
Duração: 50 minutos
Classificação: Livre
Gênero: Comédia Musical Brasileira

21h -Felicidade – Guapoz – Rio de Janeiro/RJ – Local: Cine Henfil

Sinopse:
Em um mundo contemporâneo, o bando de ocupação sentimental formado por moradores de rua, invade um espaço e toma conta de todos os cantos. Alegres, tristes, fortes e fracos, eles acabam trazendo diversos questionamentos a todos a sua volta e refletem sobre o que é a felicidade para cada um?

Ficha Técnica:
Texto e Direção: Fernando Dias e Sarah Christina Carvalho
Duração: 55 minutos
Classificação: 12 anos

29 de Julho – Sábado

11h – Dragon O Mundo Maravilhoso da mágica – Maricá /RJ Mostra FETAERJ na Comunidade
E. M. Antônio Lopes – Itapeba

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline