Maricá estuda consórcio com outros municípios para solucionar problema do saneamento

A falta de água e esgoto é uma das maiores preocupações dos municípios de Tanguá, Rio Bonito e Maricá

Uma reunião entre os prefeitos de Maricá, Rio Bonito e Tanguá, na última terça-feira (08), discutiu a questão do saneamento básico, água e esgoto na região. Fabiano Horta, José Luiz Mandiocão e Valber de Carvalho estudam a possibilidade de formarem um consórcio para resolver a deficiência. Atualmente os municípios são atendidos pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (CEDAE).

A redução de custos seria a maior vantagem da implantação do consórcio, que atuaria como uma autarquia, possibilitando o aperfeiçoamento da gestão, prioridade de acesso de recursos públicos federais e estaduais com linhas de crédito específicas, entre outros benefícios.

“Precisamos ter clareza do que cada município necessita. No rio Ubatiba, nosso grande captador, a água está escassa e o foco está em oferecer água de qualidade, além de atender boa parte da população com saneamento” frisou Fabiano Horta, prefeito de Maricá, articulador do encontro.

A prefeitura de Tanguá compartilha da ideia de que o consórcio também irá fortalecer os municípios. “O desenvolvimento das cidades da região é importante para todos”, disse Valber de Carvalho. Já o prefeito de Rio Bonito, José Luiz Mandiocão, afirma que saneamento é algo que não existe em sua cidade. “Nunca tivemos obras desse porte”.

A reunião determinou a criação de uma comissão formada por representantes do setor ambiental, orçamentário e do corpo jurídico das três prefeituras para debater as particularidades de cada município e iniciar a elaboração do Protocolo de Intenções, que funciona como a “certidão de nascimento” do consórcio.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

2 comentários em “Maricá estuda consórcio com outros municípios para solucionar problema do saneamento

  • 9 de agosto de 2017 em 19:59
    Permalink

    ESSE É O PROCEDIMENTO DE TRABALHO DO EPT PARTIDO DOS TRABALHADORES SE MANTER COMO GESTOR.
    FINGEM TRABALHAR EM PROL DA POPULAÇÃO.
    FAZEM ESTUDOS,PROJETOS E REUNIÕES COM A CEDAE.(MAIS NADA SAI DO PAPEL)
    FAZEM PROMESSAS NÃO COMPRIDAS .
    FAZEM DIVULGAÇÕES,TRABALHOS E REUNIÕES POR SELF.(PARA SE MANTER NA MÍDIA)
    SÓ VIVEM DE PROJETOS AGREDINDO A CAPACIDADE DA POPULAÇÃO.
    MARICÁ ESTA SE DESENVOLVENDO POR SI PRÓPRIA, AO PONTO DE SEUS GOVERNANTES PREFEITURA E CÂMARA DE VEREADOS. QUEM NÃO ACOMPANHAR ESTE PROGRESSO VÃO SER ESQUECIDOS.

    ESQUECI :
    DESENVOLVEM GRANDES PROJETOS COM A RECEITA DO MUNICÍPIO.
    SECRETARIAS,TRANSPORTE GRATUITO,HORTA COMUNITÁRIA,MOEDA MUMBUCA,ASSENTAMENTOS DE FAMÍLIAS,PEIXARIA E OUTRAS. (CONSUMINDO GRANDE PARTE DA RECEITA DO MUNICÍPIO DE MARICÁ) (???) (MAIS NÃO TEMOS ÁGUA PARA BEBER ABURDOOOOOOOO!!!)
    VOCÊ QUE PAGA ESTA CONTA COMO SE SENTI:

    VOCÊ NÃO TEM ÁGUA PARA BEBER E TRATAMENTO DE ESGOTO.
    SEM HOSPITAIS
    PÉ NO CHÃO
    SEM OS SERVIÇOS BÁSICOS REGULARES.

    A POPULAÇÃO E REFLEXO COMO AGE O POLITICO.

    Resposta
  • 16 de agosto de 2017 em 02:25
    Permalink

    A POPULAÇÃO E REFLEXO COMO AGE O POLITICO.
    PORQUE NÃO COBRA,FISCALIZA E DENUNCIA.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline