Maricá: Governo municipal investirá em mobilidade urbana

O prefeito Fabiano Horta assinou na manhã da última terça-feira (29/08), a carta de intenção que permite dar início ao programa “Calçada Acessível” em Maricá. O projeto de mobilidade urbana é uma parceria entre Prefeitura, Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).

“O principal objetivo deste programa é a melhoria de mobilidade de Maricá. Não tenho dúvidas de que os conhecimentos que os nossos técnicos vão receber nos permitirão mudar a realidade dos nossos munícipes, garantindo ao cidadão de Maricá o direito de transitar por uma calçada pensada para o pedestre e para a pessoa que possui algum tipo de deficiência ou alguma dificuldade de locomoção”, afirmou o prefeito. “Esse é um trabalho que vai proporcionar uma melhoria significativa na qualidade de acesso da população”, concluiu.

Desenvolvido desde 2010, o programa tem o objetivo de orientar técnicos, engenheiros, arquitetos, gestores públicos, lideranças de conselhos municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência e dos idosos. “Pensando nessas soluções para as calçadas do município, com padronização e acessibilidade nós visaremos uma série de melhorias para nossa cidade como inclusão, por exemplo. E, o mais importante é que esse programa segue todos os princípios do desenho universal tornando a nossa cidade mais acessível e mais bonita”, frisou a subsecretaria de Trabalho Arilda Maia.

Segundo Luiz Gustavo, arquiteto da regional Rio da ABCP, o objetivo principal do projeto estruturante é desenvolver uma série de ações em parceria com a Prefeitura, discutindo mobilidade urbana e proporcionando a troca de informações e experiências sobre as calçadas para inclusão e melhor qualidade de vida. “As próximas etapas vamos desenvolver juntos. A questão da acessibilidade é um assunto muito importante e que demanda atenção de quem projeta e de quem constrói. O Calçada Acessível será responsável por essa nova orientação e essa nova padronização de calçadas, que vai de acordo com a norma NBR 9050 seguindo todas as diretrizes legais”, explicou o arquiteto.

De acordo com uma agenda a ser determinada pela Prefeitura, as próximas fases do programa serão compostas por: Workshop participativo de capacitação técnica, Elaboração do Manual Técnico e Folder de Calçada, reunião com prefeito e secretários, seminário de lei ou decreto do manual de acessibilidade da cidade, criação da lei ou decreto do manual de acessibilidade e impressão do manual técnico e folder de calçada.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline