Problemas no fornecimento de energia elétrica em Maricá são debatidos por vereadores

Mais uma vez foi debatido o serviço prestado pela concessionária Enel em Maricá durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira (30). Os parlamentares apresentaram preocupação com os serviços fornecimentos pelo grupo no município, principalmente pelas as quedas de energia elétrica voltaram a acontecer. O vereador Dr. Richard (PT) pediu pedir visita urgente de engenheiros da Enel no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro.

Ele explicou que a subestação que atende a unidade hospitalar não é suficiente. Em conversa com a direção do hospital, Dr. Richard explicou há a preocupação com os pacientes que estão intubados. Com uma possível falta de energia, essas pessoas correm risco de morte.

“Tem um problema ali que é grave. Não é um problema em relação à Secretaria de Saúde. É um problema em relação a Enel. Tem uma subestação de energia lá atrás que não comporta mais os equipamentos do nosso hospital. Queria fazer esse requerimento em conjunto direcionado a Enel, com apoio dos vereadores para que mandem engenheiros para que possa ver como podemos substituir aquela subestação de energia”.

O vereador Filippe Poubel (DEM) comentou que a Casa está montando uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar os serviços fornecidos pela empresa.
“Já dei entrada na CPI. Está na Presidência para nomear os membros e dar prosseguimento. Temos diversas reclamações dos clientes nas quedas de luz e no aumento abusivo nas cobranças. Acho pertinente a gente dar continuidade na abertura do requerimento de CPI para incluir a situação do hospital. De antemão convocamos uma audiência pública para discutir esse problema e a partir desse momento convocar os diretores”, explicou Poubel.

O presidente da Casa, Aldair de Linda (PT), foi à tribuna para fazer uma retrospectiva de seus primeiros oito meses à frente da Presidência da Casa.
“Vim à tribuna fazer uma retrospectiva do meu mandado de presidente de oito meses. Sabem que a maior riqueza do mundo é um filho que leva nove meses para ser gerado e nós estamos há 8 meses na presidência. Acredito que não ganhei eleição para ser presidente, mas para ser vereador, que é um ganho muito grande. Muitos tentam, mas poucos conseguem. Estou aqui no terceiro mandato graças a vocês que votam em mim e acreditam no meu trabalho Antes do recesso da Câmara vamos fazer um levantamento de tudo o que foi feito antes do que era a Câmara e do que é hoje. Não falo dos vereadores e presidentes. Vou falar do presidente Aldair. Não estou preocupado com reeleição de presidência. Isso para mim é democracia. Somos 17 vereadores aqui. Somos um colegiado e vamos votar no presidente. Todos os funcionários que recebiam e ficavam aí com despesas e inadimplência, hoje você pode perguntar um por um quanto eles recebem hoje. Se não estão vindo trabalhar satisfeitos. Então venho aqui dizer que não estou presidência”.

O vereador Ricardinho Netuno (PEN) apontou para reclamações de infraestrutura em ruas da cidade. Ele explicou que há vias com obras inacabadas. Em algumas foram colocados os meio-fios, mas ainda não há pavimentação. Ricardinho ainda aproveitou para falar sobre a denúncia de que estaria havendo venda de drogas no entorno do Colégio Joana Benedicta Rangel, no Centro.
“Hoje conversamos sobre os ocorridos em torno do colégio e eu venho aqui me solidarizar por todos os alunos e pais que vivem esse momento difícil que é a violência em nosso município. Mas, principalmente o que vem acontecendo em torno da escola. De forma alguma duvidei da administração da escola, vim reforçar e ajudar numa luta que a senhora mostrou que vem fazer. Na festa foi pedida a presença da guarda e infelizmente não foi feito. Passei o dia no segundo distrito e me deparei com muitas obras inacabadas com dinheiro sendo jogado fora. Várias ruas que as pessoas esperam o asfalto”.

Em resposta o vereador Felipe Auni (PSD) explicou que as obras serão finalizadas até o fim do ano.
“Conversei com prefeito e com o secretário de Obras, Marcos Câmara. Eles estão buscando uma nova empresa para realizar o asfalto. O secretário disse que onde tem colocado meio-fio até o final desse ano vão concluir o asfalto”.

O vereador Ismael Breve (DEM) pediu atenção quanto à passagem dos caminhões de lixo no Bosque Flamboyants. O vereador Tatai (PTB) agradeceu à prefeitura pela entrega do posto e aproveitou para dizer que haverá duas novas unidades nos condomínios do Minha Casa, Minha Vida de Inoã e Itaipuaçu.

Já Marcinho da Construção (DEM) pediu duplicação de ponte no Bosque Fundo.
“Foi lida indicação para Rua Leonardo José Antunes, Bosque Fundo. Fiz pedido para duplicação de ponte visto que a quantidade de pessoas aumentou muito. Ali passam muitas crianças e só tem uma via de carros e vejo que crianças correm riscos constantes”.

Aldair explicou que já fez pedido anterior e ali, mas que esse tipo de obra é inviável.
“Temos caixa de rua e se formos abrir ponte teremos que desapropriar áreas de terreno. Minha empresa se estabelece lá já pedi e o secretário explicou que não há condição de ampliar ponte.

Denúncias de fraude no concurso da Codemar – O vereador Filippe Poubel externou indignação com relação ao concurso público da Codemar. Esta semana apareceram algumas denúncias de que há fraudes no certame.
“Quero externar sentimento da população que se inscreveu no concurso da Codemar. Sentimento de ilusão e mentira misturado com revolta. Muitos munícipes e pessoas de outros municípios estudaram, pagaram cursinho, dedicaram seu tempo e a gente se depara com diversas notícias de suspeitas de fraudes no concurso. Começamos semanas com denúncia de quase 50 inscritos só com o primeiro nome. A prefeitura junto com a empresa Acesso Público disse que vai rever esse erro”.

O vereador Ricardinho Netuno comentou sobre o caso em que um dos donos da banca estaria inscrito em três cargos para o concurso.
“Acho absurdo como titular de estar organizando concurso se inscrever. É imoral. Mas, mais absurdo ainda é ele se inscrever em três profissões”.

Aldair de Linda também opinou dando posicionamento por parte da prefeitura.
“Acho que prefeitura fez edital e a empresa inscreveu e estava apta a disputar. Então não cabe a prefeitura saber de quem é a empresa. A prefeitura tem que pegar as certidões negativas da empresa e colocar ela em disputa na licitação. Não cabe ao corpo técnico analisar isso. Eles analisam as certidões da empresa”.

Poubel finalizou parabenizando Aldair por sua postura à frente da Câmara.
“Queria te parabenizar em sua posição de presidente. A forma imparcial com que o senhor conduz a Casa. Porque não é porque o senhor é de posição e situação que tem privilégio. Mas, fica aqui meus parabéns diante da plateia e população a sua condução dessa Casa”. O vice-presidente também rendeu elogios ao presidente.

Em resposta o líder do Governo explicou que a licitação para a escolha da banca foi feita dentro da legalidade.
“A Codemar já tem 23 mil inscritos, 16 mil confirmados que farão a provas. E apenas 45 dessa totalidade deu essa falha. A pessoa que fez inscrição, que nos campos obrigatórios, as próprias pessoas que fizeram , fizeram de forma errada. Um erro muito pormenor. Esse cidadão, o Diego, não é dono da empresa. Ele é diretor da empresa e ele fez a inscrição, fazendo apenas os testes pra testar sistema. O concurso é valido, legal. A prefeitura não está enganando.”

Saúde – O presidente da Casa, Aldair de Linda esclareceu em sessão algumas questões referentes à saúde. Ele explicou que existe uma emenda federal separada que será destinada exclusivamente para concluir obras de postos de saúde que estão com obras paradas. Deverá ser feita nova licitação para escolher a empresa responsável pelas obras.
“Ao contrário de alguns vereadores, vejo obras em todos os distritos andando. Existe emenda federal para esses postos de saúde. Ontem (29) na inauguração do módulo, fiquei muito satisfeito com a inauguração de uma mini-Upa e perguntei sobre posto de Itaocaia Valley. O prefeito explicou que existe emenda federal para esses postos que pararam as obras”.

Poubel pediu atenção ao posto em São Bento da Lagoa.
“Além do posto de Itaocaia temos o posto da rua 17, em São Bento da Lagoa que está abandonado. Não tem tapume, não tem vigilante patrimonial.”

Já Ismael Breve informou que a secretária de Saúde, Simone Costa, já deu data para início de obras. Ele aproveitou para pedir a Secretaria de Conservação que regularize o recolhimento de lixo na Reserva Verde.
“Estive com secretária e ela me disse que nos mês 11 irá reiniciar obras do posto”.

Educação – O vereador Robgol aproveitou para explicar que visitou algumas escolas para fiscalizar a merenda escolar e afirmou não procede a denúncia de alimentação repetida nas unidades de Maricá.
“Constatei que o que foi dito não é verídico. Peço que façam denúncia e averiguem bastante para não tirar a credibilidade de quem trabalham”.

Projetos de Lei – Será votado nas próximas sessões projeto de lei de autoria do presidente, Aldair de Linda (PT), que denomina como Rua Maria dos Martiris Fuentes Araújo, a atual Estrada 03, Rincão Mimoso, Itaipuaçu.

Ordem do Dia – Foi votado parecer pela admissibilidade da Comissão de Justiça e Redação Final ao PL de autoria do vereador. Dr. Felipe Auni, que institui em Maricá o “Grande Arraia”, concurso de dança tradicional de quadrilha.
“Quando propomos aqui e hoje é lei, o Maricacarnaval de Inverno, que são os desfiles de escolas de samba, houve muito questionamento sobre as festividades. Entendemos dessa forma, mas não havia no calendário oficial do município esse evento. O nobre secretário de Turismo esse ano deu grande exemplo e fez. Foi muito bom para o município, tivemos grande visibilidade e recebemos bastante turistas”.

Também foi votado parecer ao projeto de lei de autoria de Ricardinho Netuno com emendas modificativas que dispõe sobre a prática de educação física adaptada para a rede ensino de Maricá.

Outro parecer votado pela admissibilidade ao projeto de resolução de autoria do vereador Marcus Toselli, cria a comissão permanente dos Direitos da Mulher e Enfrentamento à Violência acrescentando alguns incisos ao PL.
“É mais um braço em defesa das mulheres. A Câmara em pol, em defesa das mulheres contra a violência em nosso município”.

Também foi votado parecer ao PL de autoria do vereador, Ricardinho Netuno, pela admissibilidade com emendas modificativas e supressiva que dispõe sobre instalação de botões de socorro em ônibus do sistema municipal de transporte.

Também foi votado parecer pela admissibilidade ao projeto, de autoria de Felipe Paiva, que propõe a criação do Salão Municipal de Exposição de Animais Domésticos e Fomento da Cadeia Produtiva do Setor Pet.

Foi votado e arquivado parecer pela inadmissibilidade ao projeto de autoria de Filippe Poubel que institui o Programa de Valorização dos Profissionais que atuam na limpeza urbana.
“Voto contra o parecer visto que todo profissional que atua em nosso município tem que ser valorizado e este projeto visa valorizar os profissionais da limpeza urbana”.

O presidente Aldair de Linda explicou porque o projeto foi votado pela inadmissibilidade.
“Eu quero explicar que nós vereadores não podemos causar nenhuma despesa ao erário. Então o presidente da matéria deu a inadmissibilidade por esse motivo. Também acho de grande valia valorizar os trabalhadores desse ramo, mas nós não podemos trazer despesas ao Executivo”.

Felipe Auni sugeriu que o vereador Poubel faça uma indicação legislativa com o mesmo teor, já que não pode ser realizado como PL.

Outro parecer votado pela inadmissibilidade ao PL de Ricardinho Netuno que dispõe sobre Programa Municipal de Valorização e Incentivo à Agricultura Familiar em Maricá. O líder do Governo também opinou que os projetos sejam feitos em forma de indicação legislativa.
“Esse foi um dos primeiros projetos que adentrei na Casa. Eu estava conhecendo esse trâmite que é difícil mesmo não criar gastos para o Executivo, mas acredito que poderiam ter algumas emendas modificativas porque alguns artigos apenas criam gastos para o Executivo. Mas, vou tentar corrigi-los e fazer como indicação”.

Foi votada moção de congratulação de autoria de Aldair de Linda a Jiovana de Azevedo Sobral. Todos os pareceres e a moção foram aprovados.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline