Vereadores sugerem ordenamento de vendedores ambulantes em Itaipuaçu

O ordenamento de vendedores ambulantes no 4º distrito foi tema de debate em sessão ordinária nesta quarta-feira (11) na Câmara Municipal de Maricá. Os parlamentares discutiram a necessidade de ordenar, principalmente a área do Barroco e demonstraram também preocupação em manter a renda desses ambulantes. O vereador Ricardinho Netuno (PEN) explicou que foi procurado por comerciantes que alegaram que há cobranças por parte de uma pessoa para permitir que esses ambulantes vendam seus produtos na praça em frente ao Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO).

“Alguns comerciantes trouxeram o caso que temos que solucionar em relação às barracas que ficam em frente à praça da 70 e no Barroco. Tiraram as barracas que estavam ali no DPO e alocaram para em frente da pracinha e hoje já tem barraca novamente na praça do DPO. As pessoas estão cobrando ordenamento. Eles cobram que uma única pessoa que organiza isso e permitem que pode e não pode ficar, cobrando uma taxa semana para que esses comerciantes que buscam trabalhar tenham que pagar para ficar na praça”.

O presidente da Casa, Aldair de Linda (PT), explicou que a cobrança da taxa não procede. Ele explicou ainda que não seria adequado retirar os ambulantes da praça, devido a taxa alta de desemprego. Aldair pediu ainda o auxílio do líder do Governo, Fabrício Bittencourt, para viabilizar junto à prefeitura formas de ordenar a área do 4º distrito quanto ao trabalho dos ambulantes.
“Essa coisa de cobrar taxa é uma mentira. Quero que provem com um documento mostrando que pagam. E a questão do Barroco e 70 em Itaipuaçu, na semana passada tivemos uma diligência. Mas, a secretaria de Ocupação do Solo, está sem viatura, sem o material para fazer o trabalho. A secretaria foi extinta desde novembro do ano passado e até agora não tem material básico para trabalho. A prefeitura precisa sim e os munícipes precisam trabalhar. A gente não tem como chegar lá e tirar eles na marra. Todos precisam levar seu alimento para casa”.

Marcinho da Construção (DEM) sugeriu a criação de um espaço gourmet para ordenar melhor os trabalhadores ambulantes. Para ele a área fomentará o turismo.
“Seria interessante criar um espaço gourmet e que tivesse número de cadastro porque sei que há a questão da falta de emprego em todo país. Isso faz com que pessoas tentem de alguma forma tentem se credenciar para levar seu pão de cada dia. Sou favorável para que tenha um espaço para todos trabalharem”.

Aldair explicou que já existe um lugar onde será feita praça de alimentação.

O vereador Dr. Richard (PT) parabenizou profissionais de saúde do Posto de Saúde Central por terem realizado uma linda festa para as crianças em homenagem ao Dia das Crianças.
“Estive lá prestigiando o evento e pude ver no sorriso e nos olhos vendo as médicas, técnicos em enfermagem vestidos à caráter. Queria parabenizar o secretário de Ciência e Tecnologia pelo Projeto Ciência Móvel sendo executado no Flamengo. É um grande projeto”.

Educação e Segurança Pública – O vereador Chiquinho (PP) mais uma vez pediu atenção da Prefeitura de Maricá quanto ao transporte escolar. Ele disse que não há ônibus escolar atendendo as crianças de Bambuí.
“Peço que a gente cobre o prefeito e que venha cobrar a falta de ônibus escolar. Peço que o líder do Governo peça uma reunião e que tome providência junto à Secretaria de Educação. As crianças estão há três meses sem ônibus”.

O vereador Frank Costa ( SDD) levou à tribuna boas notícias.
“Ontem estive com o prefeito e como estava preocupado com a travessia da RJ-106 no quilômetro 22, conversei com ele sobre a preocupação de crianças atravessarem. Ele me deixou feliz em saber que vão incluir 10 policiais do PBRv para atender ali na hora de pico e em outros pontos da cidade”.

Ordem do Dia – Foi votado e aprovado em segundo turno o Plano Plurianual (PPA) de Maricá. do. Também foi votada emenda ao projeto de lei de autoria do vereador Frank Costa, que inclui o programa Viver Bem em Maricá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Vereadores sugerem ordenamento de vendedores ambulantes em Itaipuaçu

  • 15 de outubro de 2017 em 00:37
    Permalink

    LAMENTÁVEL a declaração do presidente da câmara,admitir que não tem controle e conhecimento de nenhum vendedor ambulante legalizado dentro do município de maricá.
    É admitir em defesa dos ambulantes,que existe uma associação que paga tudo direitinho.
    ISSO É A PORTA DE OPORTUNIDADES POLITICAS DO PT.

    VOCÊ QUE TEM, ESTE NÍVEL DE REPRESENTANTE NA CÂMARA E PAGA TODA ESTA CONTA.(COMO CIDADÃO )

    COMO SE SENTI ?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline