Cresce violência contra a mulher em Maricá

Nos últimos dez dias, cinco casos de roubos e estupros contra mulheres foram registrados. O último caso de estupro ocorreu na madrugada da última terça-feira (07), quando uma vítima, que teve sua identificação preservada, foi assaltada e estuprada.

De acordo com relatos, o crime ocorreu no bairro Mumbuca, na região central da cidade, por volta das 3h30. A polícia apurou que a mulher estava num ponto de ônibus na Rua Abreu Sodré, próximo à ponte da Mumbuca, quando foi rendida pelo bandido, que estava armado. O criminoso a obrigou a seguir com ele até a varanda de um bar (que estava fechado). No local, a mulher teve que entregar os pertences e, em seguida, foi violentada. Após o ato, o criminoso fugiu.

Na última segunda-feira (6), uma mulher foi assaltada por um homem armado na Rua 32, no Loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. Ela caminhava pela rua quando um homem em uma motocicleta parou na sua frente, ameaçando-a com uma pistola. Ele ordenou que a mulher entregasse seus pertences que estavam numa bolsa, fugindo em seguida.

Na terça-feira (7), uma mulher foi rendida e assaltada na Rua Oitenta e Três, no loteamento Jardim Atlântico Leste, em Itaipuaçu. O crime ocorreu por volta das 18 horas. De acordo com a Polícia, a vítima caminhava pela via quando foi abordada por bandidos armados em um carro. A mulher entregou o celular e o dinheiro que estava no bolso da bermuda e o criminosos fugiram do local. Ainda segundo a Polícia, a vítima contou ainda que os criminosos estavam em um carro modelo Fiat Palio

Ontem, quarta-feira (8), na Avenida Lagomar, em Araçatiba, na Região Central de Maricá. O assalto aconteceu às 15h15. A mulher andava pela via quando foi abordada por um elemento de bicicleta armado. O criminoso anunciou o assalto e exigiu que a mulher entregasse seu aparelho celular. Após o roubo, o bandido fugiu. O criminoso era magro, de cor negra e cabelo raspado

 No dia 29 do mês passado, uma jovem de 21 anos foi ameaçada com uma faca e violentada sexualmente, quando esperava o ônibus num ponto situado às margens da Rodovia RJ-114, que liga os municípios de Maricá e Itaboraí. A jovem foi obrigada a entrar num carro conduzido por um homem, de aparentemente 30 anos, gordo e com uma tatuagem colorida no braço esquerdo. A vítima foi levada para a Serra do Lagarto, onde sofreu abuso sexual.
Em seguida foi levada para as proximidades da Fazenda do Pilar, onde foi libertada.

A Polícia Civil de Maricá investiga os crimes e qualquer informação que possa ajudar na identificação dos criminosos pode ser repassada à 82ª DP (Maricá) pelo telefone (21) 3731-9965.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline