Maricá: Transporte escolar ilegal vira tema de debate na Câmara

O transporte escolar ilegal foi debatido durante sessão ordinária ocorrida nesta quarta-feira (22) na Câmara Municipal de Maricá. Cerca de 20 motoristas de vans escolares participaram da sessão e pediram maior ação de fiscalização sobre condutores que trafegam irregularmente na cidade. O vereador Rony Peterson (PR) explicou que tem falado frequentemente com a Secretaria Municipal de Transporte para colocar em funcionamento o depósito de veículos.

O parlamentar acrescentou que está em processo final a criação do Código Municipal de Transporte. Ele pediu mais responsabilidade também dos pais em escolher veículos regulares para o transporte escolar.
“Quero falar da importância dos pais em colocar seus filhos em transporte legalizado. Vivemos em tempos em que as pessoas deixam de trabalhar dentro da lei lidando com o que há de mais preciso que são nossos filhos”.

O presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT), pediu que os vereadores fizessem um requerimento pedindo a isenção de impostos para esses trabalhadores na hora da compra de veículos novos, bem como acontece com os taxistas.
“Gostaria de pedir ao vereador Rony que faça um requerimento junto com os demais vereadores para que esses trabalhadores possam ter desconto na compra dos carros assim como os taxistas têm. Isso dará condição de terem sempre um carro do ano para conduzir essas crianças. Acho que poderiam se reunir com Executivo para dar isenção do ICMS”, explicou Aldair.

O vereador Chiquinho (PP) também pediu atenção da Secretaria de Transporte quanto aos veículos fazendo “lotada” na rodovia e no Centro de Maricá. O vereador Ismael Breve (DEM) ofereceu apoio aos condutores de vans escolares pedindo a regularização do serviço.

O vereador Dr. Felipe Auni (PSD), comentou sobre uma indicação legislativa proposta por ele para a criação da Clínica do Homem. Ele explicou que homens têm dificuldade em cuidar da saúde e uma clínica específica seria ideal para que estes busquem mais ajuda médica.
“Hoje no município já existe um programa de saúde destinado ao homem. A busca e a prevenção já existe pela mulher desde 1930, do homem começou no Brasil desde 2007 e em Maricá desde 2014. A Clínica da Mulher já está nos projetos do prefeito e a Clínica do Homem estou levando como sugestão”.

O presidente da Câmara, Aldair de Linda, salientou através da fala do colega, a necessidade de cuidar da saúde do negro. Ele explicou que pela genética há doenças que acometem mais pessoas de cor negra.
“Estamos começando agora no início do mês a Saúde do Negro, projeto que venho pedindo ao Executivo. Poucas pessoas sabem e tratam disso. A partir do dia 1º será implantado esse projeto”.

O vice-presidente Frank Costa (SD) elogiou as obras que estão sendo finalizadas no loteamento 26 de Maio. Ele convidou os parlamentares para o Dia do Pestalozziano, que será comemorado no dia 24 de novembro, no auditório do Ministério Público de Maricá. O vereador Robgol (PT) também parabenizou o prefeito de Maricá pelas obras que estão sendo feitas em Araçatiba.
“A transformação vem sendo feita. Só não enxerga quem não quer. Agradeço as indicações feitas por mim na Mumbuca, ruas sendo asfaltadas. A população dali está muito feliz.”

O vereador Marcus Bambam (PV) elogiou a revitalização que está sendo feita na Lagoa de Araçatiba.
“Estamos vendo a revitalização. O asfalto está chegando ali, o esporte está voltando àquela área. Quero agradecer incessantemente à prefeitura”.

Segurança Pública e Trânsito – Os vereadores abordaram bastante o trânsito e a segurança pública durante a sessão. O presidente da Câmara, Aldair de Linda, explicou que a prefeitura está investindo em um sistema de monitoramento que identificará veículos roubados que adentrarem a cidade.

“A prefeitura vai implantar as câmeras e quando o veículo passar e ele for roubado as câmeras vão acionar o policiamento. Não são carros com dívidas como IPVA, são carros que tenham sido registrados como roubados. A secretaria será acionada na hora e o cerco será fechado para que prendam esses meliantes”, explicou Aldair.

O vereador Ricardinho Netuno (PEN) comentou sobre uma reunião que ocorreu em Inoã do Conselho de Segurança. Ele informou que tem recebido denúncias de que à noite não há policiais do Proeis nas ruas da cidade.
“Senti falta de representante da Secretaria de Segurança na reunião. Não tinha um representante ali pára discutir as questões da cidade. Ali foi discutida a situação da delegacia em que só há um delegado ”.

Em resposta, o presidente Aldair de Linda explicou que nenhum parlamentar da Câmara foi avisado sobre a reunião do Conselho. O líder do Governo, Fabrício Bittencourt defendeu a ação do Proeis
“O Proeis faz duas prisões por dia. Não podem cobrar da prefeitura uma atribuição que é do Estado. O Proeis funciona 24 horas por dia e pode aumentar o número de policiais. As viaturas ficam paradas em locais estratégicos”.

Ordem do dia – Foi votado em primeiro turno o projeto de resolução de autoria do vereador Marcus Toselli (PV) que cria a Comissão Permanente de Defesa e Proteção Animal. Foi votado parecer pela aprovação com emendas modificativas ao projeto de lei de autoria do vereador Felipe Paiva, que dispõe sobre a criação da Festa da Roça Gospel.
Também foi votado parecer ao projeto lei do vereador Felipe Paiva, que institui a Semana Municipal de Prevenção, Conscientização e Combate ao Uso de Drogas. Os parlamentares também votaram parecer ao projeto de lei de autoria do vereador Rony Peterson, que denomina a quadra de esporte e do Marine, como Quadra de Esportes e Lazer Maria das Graças de Souza Cruz.

Foi votado também parecer pela admissibilidade com emendas ao projeto de lei do vereador Richard Alter Seal (Dr. Richard), que dispõe sobre a utilização de “escovódromos” nas escolas e creches públicas. Foram votadas moções de autoria do vereador Rony Peterson, à arqueóloga e historiadora, Martha Loks; ao artista plástico, Osias Silveira; ao jornalista Pery Salgado; à modelo e produtora cultural, Mônica Brione. Também foram votadas moções de autoria do vereador Felipe Paiva, à pastora Roberta Nascimento Silva Furtado; à bispa Marcia Aparecida da Silva Pereira; à obreira Edilsa Rosa Coutinho.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Maricá: Transporte escolar ilegal vira tema de debate na Câmara

  • 15 de dezembro de 2017 em 20:54
    Permalink

    Sobre o tema escolar irregulares.
    Porque a Prefeitura não faz uma abordagem em Janeiro aos condutores escolar irregulares , orientando e cadastrando os mesmos para que possam se regularizar ? Pois há mais clientes procurando transporte do que vans regulares; Vejo todos os dias vans regulares com numero de crianças superior ao numero de lotação do veiculo e muitos sem cinto de segurança,há também os irregulares cometendo a mesma infração. é claro que a grande maioria possui e respeitam as normas.
    legalizar é a melhor solução…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline