Início Notícias de Maricá Sindicato dos vigilantes esclarece bloqueio de cliente em porta giratória em agência...

Sindicato dos vigilantes esclarece bloqueio de cliente em porta giratória em agência de Maricá

O presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e região esclareceu ao ‘Maricá Info’ sobre o caso em que uma cliente de uma agência do banco Itaú tirou a roupa e ficou apenas com as partes debaixo.

O acontecido foi registrado pela cliente na delegacia de Maricá (82 DP) como constrangimento. Segundo o registro, ela ficou com as partes debaixo mas com o relógio, tendo tirado os pertences da bolsa para mostrar que não portava qualquer tipo de arma.

No entanto, para o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói, Claudio José de Oliveira, a porta giratória quando está funcionando corretamente ela trava ao identificar os metais e o vigilante não tem o poder de fazer esse bloqueio manualmente, apenas o desbloqueio caso a gerência autorize.

Siga-nos no Facebook:

Claudio comentou com a nossa reportagem que acho uma incoerência de alguns clientes que quando vão ao banco se recusam a retirar os ítens de metal mas no aeroporto são obrigados a abrir bolsas fechadas caso o detector encontre algum metal dentro das bolsas ou até mesmo no corpo, fazendo as pessoas tirarem o cinto e outros acessórios.

Ele esclarece que a função do vigilante não é a de causar constrangimento a ninguém, mas a de garantir a segurança da agência bancária e de seus clientes, não tendo os vigilantes o poder de travar qualquer cliente que seja, sendo essa função da porta giratória que bloqueia o acesso ao identificar metais pesados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui