Início Esportes Maricá: Projeto Navegar será retomado na lagoa do Boqueirão

Maricá: Projeto Navegar será retomado na lagoa do Boqueirão

Com o objetivo de retomar o Projeto Navegar, a Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, realiza desde o início desta semana o curso de capacitação dos instrutores de esportes náuticos. O objetivo da ação é preparar os professores para atender os futuros alunos que participarão das aulas de remo, vela e canoagem, na lagoa do Boqueirão. As inscrições começam na última semana de setembro e as aulas estão previstas para iniciarem no dia 01/10.

A equipe será integrada por oito professores, sete monitores, dois coordenadores pedagógicos, a fim de acompanhar o desempenho da turma composta de 20 a 30 alunos durante os quatro meses de curso. Em princípio, serão ofertadas 160 vagas para os estudantes de 9 a 17 anos das escolas municipais, podendo esse número ser ampliado dependendo da demanda.

Segundo o secretário de Esporte e Lazer, Fillipe Bittencourt, além de oferecer inclusão social e estimular a prática esportiva, a ideia do projeto é descobrir novos talentos na cidade nessas modalidades. “Já ficou mais do que provado que onde investimos nas modalidades como Tiro com Arco, Karatê, nós temos diversos campeões. O Remo e a Vela podem daqui a um tempo ser mais um esporte que vai dar alegria para o maricaense”, afirmou.

Durante as aulas, os alunos irão conhecer os fundamentos de cada modalidade como os movimentos corretos para a prática esportiva, o nome das peças que compõem a embarcação, o equipamento adequado para navegar, além de aprender sobre os cuidados que se devem ter na água e principalmente com o meio ambiente. “Aqui nós vamos trabalhar muito a relação deles com o meio ambiente e que possam ajudar a preservar também. Aqui é uma área muito bonita e começamos a ter altos e baixos de poluição. Se nós fizermos um trabalho de formiguinha, trabalhar a cabeça das crianças a respeito da importância de preservar e de cuidarmos juntos, nós damos um grande passo em termos de torná-los um pouco mais cidadãos”, avaliou o coordenador do Projeto Navegar, Cláudio Melo.

Siga-nos no Facebook:

Professor de Educação Física há 18 anos e morador da Barra de Maricá, Jorge Moura, de 52 anos, que foi um dos fundadores do projeto, falou da alegria de ser mais uma vez instrutor dos esportes náuticos. “Para mim, é um legado que eu comecei e estou retornando. Eu faço de tudo para acontecer. Trouxe meu barco e meu motor. Isso aqui é uma alegria que me deixa sem palavras”, contou emocionado.

Para dar mais segurança, os alunos farão as aulas vestidos com coletes salva-vidas, além de ter a presença de guarda-vidas e de três botes a motor, caso haja algum imprevisto.

O projeto Navegar conta com 10 barcos do modelo K1 (caiaque para uma pessoa), 10 Canói (embarcação com capacidade para duas pessoas) e 10 barcos a vela, totalizando 30 embarcações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui