Início Notícias de Maricá Maricá: Procon autua 10 postos de combustíveis

Maricá: Procon autua 10 postos de combustíveis

‘Operação Bomba Limpa’: Foram 24 postos de combustíveis fiscalizados, sendo 10 autuados

O Procon Maricá, em conjunto com a Agência Nacional de Petróleo, realizaram operações em todos os postos de combustíveis de Maricá, com o objetivo de fiscalizar a qualidade, aferição de bombas, documentação legal, entre outros.

1) Auto Posto Dany LTDA (Rodovia Amaral Peixoto, km 31): Foi constatado no local produtos expostos a venda sem preço.
2) Auto Posto Nossa Senhora de França – Posto Tico e Teco (Rodovia Amaral Peixoto, km 23): Bandeira diversa apresentada na Agência Nacional de Petróleo (ANP), ausência de preços nos produtos e ausência de cartaz sobre informações do livro de reclamações do
Procon.
3) Rede Osórios de Maricá (Rua José Barbosa da Cunha): Foi constatado no local a ausência dos preços expostos à venda.
4) Auto Posto e Serviços MJM de Maricá – Posto Marine (Rodovia Amaral Peixoto – km 22,5): Foi constatado no local a ausência dos preços expostos à venda.
5) Auto Posto Sentido do Mar (Rodovia Amaral Peixoto – km 14): Foi constatado no local ausência de indicação do preço do diesel anterior e o preço do diesel atual.
6) Auto Posto Vale da Figueira (Estrada de Ponta Negra, 15): Foi constatado no local ausência do cartaz indicando o endereço do Procon e telefone, ausência do livro de reclamações do Procon e Código de Defesa do Consumidor (CDC) e ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.
7) Posto Oceano Maricá (Avenida Roberto Silveira, Flamengo): Foi constatado no local ausência do livro de reclamações do Procon, ausência do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e também foi constatado no local alvará desatualizado.
8) Posto 318 Revenda de Combustível (Rodovia Amaral Peixoto, km 14): Foi constatado no local alvará desatualizado.
9) Posto Aleluia 2 LTDA (Rodovia Amaral Peixoto, km 16): Foi constatado no local a ausência dos preços expostos à venda, ausência do do cartaz indicado endereço do Procon e telefone, e também foi constatado no local o alvará desatualizado.
10) Auto Posto Primeirão de Itaipuaçu (Rua Professor Cardoso de Menezes, 58): Foi constatado no local ausência do livro de reclamações, ausência do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e alvará vencido.

O Chefe de fiscalização, Vinicius Ari do Procon Maricá, falou do objetivo da operação.
“- O objetivo da operação bomba limpa é de fiscalizar a qualidade dos combustíveis, o funcionamento e possível fraude de bombas. O
Procon verificou também documentação, livro de reclamações, presença do código de defesa do consumidor (CDC), visibilidade dos preços expostos à venda, entre outros”, disse o Chefe de Fiscalização Vinicius Ari, do Procon Maricá.

Ele ainda destacou que o consumidor pode solicitar o estabelecimento que faça dois testes que o posto tem a obrigação de fornecer no ato ao consumidor.

Teste de medição de volume: O consumidor deve solicitar que o funcionário do posto realize o teste dos 20 litros do balde aferidor, que o estabelecimento é obrigatório a ter.

Teste de verificação: que obtém a porcentagem do álcool na gasolina: o consumidor deve solicitar que o funcionário do posto faça o teste com a proveta de 100ml que o estabelecimento tem para essa finalidade, no qual metade da proveta deve ser preenchida com gasolina e a outra metade com água. Em seguida, a proveta é sacudida e o álcool que havia na gasolina se mistura com água. Por fim, a mistura da água com o álcool deve ocupar até 64 ml da proveta.
A coordenadora do Procon de Maricá, Angélica Spindola, destacou a importância da ação em conjunto com a ANP. “- A parceria com a ANP amplia consideravelmente a fiscalização
no município , trazendo benefícios aos consumidores que terão no momento de abastecer seus veículos a garantia que o combustível será de boa qualidade”, falou.

O Secretário de Desenvolvimento econômico, comércio e petróleo, Alan Novaes, também destacou essa ação em conjunto com a ANP. “- Esse tipo de ação também serve como prevenção, pois contribui para a redução de fraudes e adulteração de combustíveis”, disse.
O consumidor que constatar qualquer irregularidade nos postos de combustíveis da cidade pode fazer denúncia através do telefone (21) 2634-1342, por WhatsApp através do número (21) 96831-0475, por mensagem na página www.facebook.com/proconmarica ou diretamente na sede, localizada no prédio dos Serviços Integrados Municipal (SIM), localizado na Rua Álvares de Castro, 2525 – Centro, das 8h às 17h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui