Início Notícias de Maricá Oposição ameaça as ondas do mar vermelho de Maricá

Oposição ameaça as ondas do mar vermelho de Maricá

Da esquerda para a direita: Vereador Ricardinho Netuno, Deputado Federal Marcelo Delaroli e o Deputado Estadual Eleito Filippe Poubel. (foto: João Henrique / Maricá Info)

Do GBNews / Por Gilson Barcelos – Com o resultado das eleições deste domingo (07), o PT já não navega em mar calmo em Maricá, único município entre os 92 do estado do Rio que é administrado pela agremiação desde 2008. Corre o risco de não ter mais um representante na Câmara Federal e ganhou um forte oposicionista na Assembleia Legislativa, o vereador eleito deputado estadual Felippe Poubel (PSL), que soma forças com o deputado federal Marcelo Delaroli (PR), adversário número 1 dos petistas

“Estou indo para Brasília. Vou conversar com a executiva nacional do meu partido (PR) para saber qual a posição com relação ao 2º turno no Rio. Uma coisa é certa: não apoio de maneira alguma o Eduardo Paes (DEM). Fui chamado também para conversar com a executiva do PSL e te confirmo que continuo apoiando o Jair Bolsonaro”, disse Marcelo Delaroli a este jornalista, minutos antes de embarcar.

Quanto a notícia publicada num portal de que estaria morto politicamente em Maricá, com a derrota do senador Romário (Podemos) de quem foi vice na chapa para o governo do estado, Delaroli ficou surpreso.

“Gilson, como estou morto politicamente? Levei o Poubel para o PSL, dei todas as condições para ele fazer a campanha. Dos 27.752 votos que teve, 12.089 são de Maricá. O presidente regional do meu partido, o deputado federal reeleito Altineu Cortes teve 2.401 votos na nossa cidade. O Romário teve em Maricá 12.223 votos, pouco menos que a candidata do PT, Márcia Tiburi, que conseguiu apenas 14.246. Vamos aguardar os resultados do segundo turno”, disse o parlamentar que seguiu para a capital federal.

Siga-nos no Facebook:

Na Assembleia Legislativa o PSL terá a partir de 1º de janeiro de 2019, a maior bancada com 13 deputados todos estreantes. Hoje (09), os novos parlamentares foram fazer o reconhecimento do terreno, recepcionados pelo deputado Flávio Bolsonaro (PSL), eleito senador. O PT teve sua bancada reduzida de seis para três deputados. Foram reeleitos Waldeck Carneiro, André Ceciliano e Rosangela Zeidan, mulher do presidente regional do PT e ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá. O político se candidatou a deputado federal, disputou a eleição com liminar, obteve mais de 73 mil votos, mas como estava inelegível, aguarda o julgamento do recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até agora ganhou, mas não levou e comemora muito timidamente.

Finalizando, o vereador Ricardinho Netuno (Patriotas) que desde o início da atual legislatura faz oposição ao PT na cidade, está respirando com mais oxigênio. Não se elegeu deputado federal, mas mostrou que tem força política em Maricá. Vai continuar caminhando junto com Poubel e Delaroli. Netuno apoia Jair Bolsonaro para à presidência da República e o ex-juiz Wilson Witzel (PSC) para à sucessão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui