Início Notícias de Maricá Criminalidade aumenta em Maricá mesmo com ação do PROEIS

Criminalidade aumenta em Maricá mesmo com ação do PROEIS

(foto: João Henrique / Maricá Info)

Após um ano de atuação do programa PROEIS, custeado pela prefeitura de Maricá, praticamente dobrando o efetivo policial em Maricá, os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que houve um aumento da criminalidade no município que mais cresce no Estado do Rio.

Segundo os dados oficiais da Secretaria Estadual de Segurança Pública, ocorreu um aumento tanto de ações policiais, como apreensão de drogas, quanto do número de homicídios e roubos.

Em relação a quantidade de homicídios dolosos, onde há a intenção de matar, foram registrados 55 casos entre janeiro e outubro de 2018, período onde já havia a atuação do PROEIS, aumento de 38% em relação ao ano anterior.

Em relação a roubo a transeuntes, foram registrados 500 casos entre janeiro e outubro de 2018, aumento de 2% em relação ao mesmo período de 2017. O aumento também aconteceu com a modalidade tentativa de homicídio, onde foram feitos 26 registros entre janeiro e outubro de 2018, aumento de 117% em relação ao mesmo ano em que não havia a ação do PROEIS, em 2017. Também registrou-se um aumento no número de roubos a estabelecimentos comerciais, foram 52 casos entre janeiro e outubro deste ano, aumento de 53% ante o mesmo período do ano passado, sem o PROEIS.

O número de operações policiais também aumentaram. Foram 182 apreensões de drogas entre janeiro e outubro de 2018, aumento de 65%.

Enquanto isso, há também resultados positivos. Devido ao aumento da presença policial na rua, registrou-se menos casos de furto de veículos, foram 118 casos entre janeiro e outubro deste ano, redução de 32% em relação ao período sem o PROEIS. Houve também redução no número de tentativas de furtos, foram 969 entre janeiro e outubro de 2018, número 17% menor do que o mesmo período em 2017, quando foram registrados 1165 casos.

Vale lembrar, que o investimento milionário no PROEIS, o Programa Estadual de Integração na Segurança, é proveniente dos recursos dos royalties do petróleo e os números refletem o resultado em tentar frear o crescimento da criminalidade, que afeta todo o Estado do Rio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui