Início Meio Ambiente Maricá lança programa de reflorestamento no aniversário da cidade

Maricá lança programa de reflorestamento no aniversário da cidade

Maricá lança programa de reflorestamento no aniversário da cidade. (Foto: Reprodução | Internet)

Em comemoração ao aniversário de 199 anos da cidade, a secretaria municipal de Ambiente lança neste domingo (26/05) o “Maricá Mais Verde”, programa de reflorestamento das matas às margens dos rios da cidade. Alunos de escolas municipais e idosos da Casa da 1ª a 3ª Idade irão plantar mudas doadas por agricultores locais no trecho urbano do rio Mumbuca, da RJ-106 (entrada ao lado do Corpo de Bombeiros) até a ponte da Mumbuca. O evento começa a partir das 10h.

Segundo a secretaria de Ambiente, o programa de reflorestamento se estenderá a toda à área da bacia hidrográfica do Ubatiba, rio que abastece a cidade, e que compreende uma região de 1.017 hectares – equivalente a 148 estádios do Maracanã.

Maricá lança programa de reflorestamento no aniversário da cidade. (Foto: Reprodução | Internet)
Maricá lança programa de reflorestamento no aniversário da cidade.
(Foto: Reprodução | Internet)

Após o plantio das mudas, a secretária inicia a eleição dos mascotes das Unidades de Conservação da cidade. Um estante montado na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, irá apresentar os 21 candidatos da fauna de Maricá. A eleição vai percorrer as escolas municipais e os dois mais votados serão os representantes das Unidades de Conservação.

Programa socioambiental

O secretário Alessandro Terra, destaca que o “Maricá Mais Verde” é um programa socioambiental que irá beneficiar os agricultores familiares da cidade num arranjo produtivo local organizado pelas secretarias municipais de Ambiente e de Pesca, Agricultura, Aquicultura e Pecuária. “Os pequenos produtores serão capacitados pelo Maricá Mais Verde, por meio do projeto horto-escola que está em elaboração, para produzirem árvores nativas sob orientação técnica da secretaria”, declarou Alessandro.

Segundo o secretário, os agricultores familiares estão sendo cadastrados e irão receber um apoio financeiro da prefeitura para construir os hortos em suas propriedades. “Eles somente irão iniciar o pagamento do empréstimo a partir do terceiro lote de produção (a média de colheita é de seis meses). Todos os hortos serão licenciados e registrados nos órgãos ambientais e agrícolas competentes”, destaca Alessandro.

A secretaria de Ambiente também vai montar um banco de áreas verdes com base nas Áreas de Proteção Permanente (APP) do município. Com estes dados, o município poderá oferecer opções de plantio ao estado. “Quando o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) autoriza a construção de um empreendimento, os empresários precisam plantar uma quantidade maior do que a foi retirada para compensar. Só que o estado não tem local disponível para plantar. Vamos oferecer o nosso banco de áreas e o empreendedor vai comprar as mudas do agricultor familiar de Maricá”, explica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui