sexta-feira, 18 setembro, 2020
22.5 C
Maricá

Homem acidentado em Itaipuaçu está entre a vida e a morte em Maricá

Rafael (22) precisa ser transferido urgentemente.
Foto: Reprodução / Internet
Do Itaipuaçu Site Rafael Pinheiro, de 22 anos, gravemente ferido na noite deste último sábado em Itaipuaçu, por um ato de irresponsabilidade de um agente penitenciário que, por estar bêbado, causou outros vários acidentes pelo caminho, encontra-se entre a vida e a morte no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, por falta de condições de atendimento.

Segundo informações, Rafael, desde que deu entrada no hospital, já sofreu várias paradas cardíacas e está precisando urgentemente de uma neurocirurgia. Seu estado ainda é gravíssimo, pois além da cabeça, seu corpo apresenta também diversas fraturas.

Por ser um hospital desequipado e sem médicos especialistas, o rapaz precisa ser transferido imediatamente, mas, até agora, nada foi feito para a realização de sua transferência.

Segundo informações de uma amiga, Mônica, que está acompanhando Rafael desde o acidente, o pai do rapaz, Sr. Julio, conseguiu uma liminar da justiça determinando a transferência urgente de Rafael tanto para hospitais públicos bem como para particulares. No entanto, todos eles têm negado acolhimento ao rapaz. De acordo com informações da própria Mônica, um grande hospital de Icaraí, situado na rua Jansen de Melo, negou a transferência.

Ainda de acordo com a própria direção do hospital Conde Modesto Leal, Rafael está com várias fraturas no crânio, com afundamento craniano, diversos edemas e se ele não for transferido nas próximas horas, pode vir a óbito.

Apelo

A família do jovem está desesperada e pede ajuda. Quem puder ajudar na transferência de Rafael para algum outro hospital pode entrar em contato com a Mônica através do telefone 8177-9931.

Entenda o caso


Na noite de sábado (27), Rafael conduzia a sua moto, com sua companheira, Andressa, na garupa, em direção ao Recanto quando, na curva após a ponte quebrada, foi violentamente atingido pelo agente penitenciário Renato dos Santos Lemos, de 38 anos, que vinha feito um louco, e embriagado, no sentido contrário, depois de ter causado outros acidentes (veja a reportagem completa clicando aqui).

79,142FansLike
27,269FollowersFollow
2,752FollowersFollow
1,550SubscribersSubscribe