27 C
Maricá
sábado, novembro 26, 2022

Crise na saúde pública de Maricá

Nos últimos dias, pacientes têm procurado o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro, e vêm relatando que o atendimento está sendo negado a crianças, adolescentes e adultos. De acordo com as denúncias, os funcionários informam que o atendimento está paralisado e não dizem o motivo.

Ontem, o atendimento médico até estava sendo feito na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Inoã, porém, nesta terça-feira (23), quem procurou atendimento lá vindo do hospital de Maricá também não foi atendido, sendo informados de que o pagamento dos salários dos profissionais de saúde estavam atrasados.

Crise na saúde pública de Maricá. Falta de pagamento de funcionários causa paralisação de atendimento. (foto: João Henrique | Maricá Info)
Crise na saúde pública de Maricá. Falta de pagamento de funcionários causa paralisação de atendimento. (foto: João Henrique | Maricá Info)

“Estive no hospital conde modesto leal, com minha sobrinha passando muito mal, mas nos foi negado o socorro.” Disse a comerciante Lúcia Fernandes, de 34 anos.

Pedimos esclarecimentos à Prefeitura de Maricá às 16h sobre os problemas ocorridos no Hospital Conde Modesto Leal e na UPA, porém, até o término desta reportagem, às 22h50, ninguém havia respondido a nossa solicitação.

Ontem pela noite, um cidadão fez contato com o Hospital por telefone e foi informado de que o atendimento não estava sendo feito. Questionado se havia Clínico Geral atendendo na unidade de saúde, o funcionário Rafael disse que não estava sendo feito atendimento no hospital. “ – Não. Não está tendo atendimento não, querido. Tá paralisado.” Disse.

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img