Início Notícias de Maricá IDB Brasil manterá esforços para licenciar empreendimento na Restinga de Maricá

IDB Brasil manterá esforços para licenciar empreendimento na Restinga de Maricá

Grupo espanhol, que defende projeto sustentável com 6,4% de ocupação predial e criação de segunda maior reserva particular de restinga do Estado, seguirá na busca de todos os meios legais para viabilizar complexo turístico-sustentável

A IDB Brasil, responsável pelo projeto Fazenda São Bento da Lagoa, que está sendo desenvolvido numa área de 840 hectares em Maricá, com apenas 6,4% de ocupação predial, confirmou nesta segunda-feira que manterá todos os esforços legais e legítimos para licenciar e concretizar a implementação do empreendimento.

Na última semana, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) não tinha competência para suspender a liminar que vem obstruindo a construção de projetos na região do empreendimento. Não há, no entanto, qualquer decisão definitiva no sentido de impedir o empreendimento.
O diretor-executivo da IDB Brasil, David Galipienzo, sustenta que a empresa não apenas segue seu interesse em empreender no município, mas garante que, uma vez licenciado, entregará um projeto com padrões de sustentabilidade inéditos no Estado:

– Desenhamos um empreendimento totalmente orientado para o desenvolvimento sustentável, confortavelmente de acordo com as regras do licenciamento ambiental. Seguiremos mais firmes que nunca na missão de entregar a Maricá um projeto inovador, que transformará o turismo, a economia e estimulará o avanço social de Zacarias. Vamos empreender todos os esforços legais e legítimos para levar o licenciamento adiante.
NA FASE DE OPERAÇÃO, PREVISÃO DE GERAÇÃO DE 36 MIL EMPREGOS

O projeto, desenhado para ocupar apenas a área permitida pela legislação ambiental, resguarda a restinga do município com a criação de uma enorme Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), a segunda maior do Estado do Rio neste ecossistema, e com a criação de um Centro de Pesquisas Ambientais, que impulsionará estudos para a conservação das espécies mais importantes da região.

A construção do empreendimento vai gerar uma inédita oferta de empregos na região. Só no período de construção, o empreendimento gerará milhares de empregos diretos e indiretos. Já em plena fase operacional, a Fazenda

São Bento da Lagoa prevê gerar maisde 36 mil empregos, dos quais  a metade serão diretos, reforçando sua vocação como um dos principais polos geradores de empregos da região. Para valorizar a mão de obra local, a IDB Brasil vai priorizar a contratação de moradores de Maricá.

O empreendimento mira o avanço social do município: dá escrituras públicas a todos os moradores da comunidade de Zacarias, garante infraestrutura urbana equivalente à do projeto, qualifica os trabalhadores para o turismo, estimula a pesca com equipamentos de apoio e investe na manutenção da cultura local com a construção da Casa do Caiçara.

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse povinho de Maricá é burro mesmo.
    Que atrativo Maricá tem para interessar um grupo espanhol em um empreendimento auto-sustentavel.
    É burrice não perceber que isso é mentira.
    Esse povo quer é algo mais que esse povinho burro e pobre não enxerga.

  2. os caras mentem tão descaradamente que a própria maquete virtual mostra uma ocupação de cerca de 50% da área, e não de 6% como os destruidores do meio ambiente dizem. Na Restinga nunca mais, que os espanhois comprem praias no seu país e construam lá. Quero ver condeguirem licença pra destruir a natureza como conseguiram comprando políticos aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui