sexta-feira, 5 junho, 2020
22.5 C
Maricá

Maricá: Mesmo com vacinação domiciliar, idosos fazem filas enormes em postos de saúde

Mesmo com a vacinação domiciliar anunciada pela Prefeitura de Maricá, idosos fizeram filas nos postos de saúde da cidade nesta manhã de segunda-feira (23).

Os idosos de Maricá que estão cadastrados nas Unidades de Saúde da Família em toda a cidade devem aguardar a visita dos agentes de Saúde nesta segunda-feira (23), quando acontece a vacinação domiciliar contra o vírus Influenza (H1N1). De acordo com a Secretaria de Saúde, 30 veículos vão partir do Centro em direção aos bairros para aplicar as vacinas na casa dos 18 mil pacientes acima de 60 anos que já estão cadastrados nas unidades de Saúde onde já são atendidos. A campanha é nacional, mas a iniciativa a domicílio é do órgão municipal e visa evitar aglomerações nos postos neste período de prevenção ao novo coronavírus.

A secretária Simone da Costa alerta, porém, que há áreas que necessitarão de um contato prévio do idoso com a secretaria. “Temos as áreas do Centro e de Araçatiba, onde não há essas unidades de Saúde da Família. Nesses casos, será necessário que o idoso entre em contato com o nosso ‘Tele Idoso’ e forneça os dados com o endereço para, então, podermos oferecer a vacina. Os agentes de saúde também serão vacinados agora porque precisam estar imunizados para estar com os idosos”, reforçou a secretária, referindo ao serviço ativo desde a última sexta-feira (20/03) e cujo número é 99106-9298. Ela lembrou ainda que vacinação com os idosos segue até a última etapa, que acontece no dia 9 de maio, com o atendimento nos postos do município sendo realizado de 08h às 17h com rodízio de horários.

A campanha prossegue nos dias 16 de abril para professores de escolas públicas, privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento. No dia 9 de maio será a vez de crianças de 6 meses até menores de 6 anos de idade, doentes crônicos, gestantes, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, a estratégia de vacinação nas fases posteriores vai depender do panorama do Covid-19 na data da imunização. O plano da secretaria é o de ir a locais como delegacia, Destacamentos de Policiamento Ostensivo (DPO) da Polícia Militar e nas secretarias que não paralisaram as atividades e lá vacinar. Para que a medida seja cumprida, a secretária de Saúde revelou que será montada uma força tarefa com equipes de programas como o “Melhor em Casa” e “Reabilitação Domiciliar”, além dos próprios agentes da pasta.

“A medida foi estadual, exatamente porque as pessoas podem ter outro tipo de gripe que mascare esse coronavírus. Temos mapeadas onde essas pessoas estão. No Espraiado, por exemplo, as pessoas iam se vacinar no posto de Saúde. Porém, lá no bairro tem locais de difícil acesso que só se chega com veículos de tração 4×4. Por isso pedimos o auxílio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, assim como foi na campanha contra a Febre Amarela”, explicou a secretária Simone Costa.

Confira o cronograma de vacinação.

23/03 – Idosos (pessoas acima de 60 anos) e profissionais de Saúde

16/04 – Professores de escolas públicas, privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento.

09/05 – Crianças de 6 meses até menores de 6 anos de idade, doentes crônicos, gestantes, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

78,023FansLike
27,269FollowersFollow
2,718FollowersFollow
984SubscribersSubscribe