Notícias de Maricá

Maricá deve construir viaduto sobre a rodovia Amaral Peixoto (RJ-106)

A Prefeitura de Maricá apresentou ao secretário estadual de Transporte, Delmo Pinho, na manhã desta quinta-feira (18/03), uma proposta estruturante de mobilidade para a cidade utilizando as rodovias estaduais.

Entre os projetos apresentados pelo prefeito Fabiano Horta ao secretário está a construção de um viaduto sobre a RJ-106, no Flamengo, ligando a saída da cidade à RJ-114 (rodovia que liga Maricá a Itaboraí), para melhorar o trânsito no local, além de obras de melhorias na própria RJ-106, a municipalização da RJ-102, que é hoje a Avenida Roberto Silveira e daria acesso à ponte, além da construção de uma via para ligar Itaipuaçu ao Centro internamente, pela Restinga.

“Sabemos do estrangulamento que temos na segunda saída de Maricá, temos projetos prontos, queremos começar e entregar essas obras do viaduto da RJ-114 com a RJ-106 o mais rápido possível para restabelecer o fluxo de veículos com segurança. Em relação a 114, é uma rodovia que tem um caráter turístico, possui belas fazendas e plantas, por isso, estamos junto com o Estado estudando para ser uma estrada turística, um eixo turístico”, afirmou Fabiano Horta.

O secretário de Transportes do Estado, Delmo Pinho, ressaltou que estava muito satisfeito com a oportunidade de o governo do Estado desenvolver um projeto dessa magnitude em parceria com a prefeitura de Maricá.

“A ideia é tratar essa rodovia como um eixo regional de desenvolvimento. Não só fazer boas melhorias e, sim, estudar o conjunto da economia da região que a rodovia atravessa e, paralelamente, fazer a recuperação da estrada. Também serão implementados uma série de outros projetos, como por exemplo, a melhoria da qualidade da rede elétrica, dessa maneira podemos elevar a economia dessa região, o que a tornará um eixo de desenvolvimento regional”, comentou.

De acordo com Renato Machado, presidente da autarquia de Obras de Maricá (Somar), a previsão é que o projeto básico do viaduto seja finalizado em dois meses, com o começo da obra estimado para o segundo semestre deste ano.

Em relação ao projeto da via na Restinga (RJ-110) o prefeito ressaltou que a medida iria aliviar o trânsito intenso da RJ-106. “Esse trecho que ligaria o Centro a Itaipuaçu, eu acho que abrindo conseguiríamos tirar um peso de fluxo de 20% da RJ-106. É um projeto que vai ser analisado e se aprovado, pode trazer inúmeros benefícios para a ida e vinda da população”, falou.

Expansão

Além de apresentar projetos de mobilidade, Horta levou o secretário estadual de Transporte até o aeroporto municipal, em Araçatiba, onde foi analisada a expansão do terminal.

“Avaliamos toda a estrutura que o aeroporto tem hoje para a expansão do setor, como o hangar, traslado offshore e falamos sobre a capacidade que temos em receber aviões aqui para manutenção. O Estado está ajudando a abrir frentes novas em relação à prospecção de negócios para o aeroporto de Maricá”, finalizou Fabiano.

De acordo com Olavo Noleto, presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), o aeroporto está totalmente equipado para receber as empresas, aeronaves, operações offshore, aviação regional e é um indutor do desenvolvimento da cidade.

“O aeroporto está pronto para esse novo momento de Maricá. E, é isso que o secretário estadual, que já vem acompanhando a transformação está vendo, a importância e a qualidade desse nosso equipamento”, concluiu.

Foto: Marcos Fabrício

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo