Notícias de Maricá

Maricá: Novos abrigos são instalados em pontos de ônibus na RJ-106

A Prefeitura de Maricá está instalando novos abrigos nos pontos de ônibus do município, mas agora com uma ‘novidade’, os abrigos são feitos de metal e com a chamada ‘arquitetura hostil’.

Os abrigos estão sendo instalados nos locais onde não há os abrigos construídos de madeira, que desde 2013 vem marcando a cara dos pontos de ônibus na cidade. O abrigo de madeira tem um problema principal que é sua rápida degradação e a demanda por manutenção. Muitos deles estão com o assento empenado e alguns sem telhas devido à ação dos ventos.

Andando pela RJ-106 podemos observar que ainda existem os abrigos instalados há mais de 20 anos na rodovia, na época da duplicação. Os abrigos ainda existentes são feitos de concreto e constantemente passam por manutenção feita pela Somar, como pintura e restauração.

Os novos abrigos seguem o padrão dos que foram instalados em frente ao Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara e que alguns passageiros acham pequeno. “Se tiver uma chuva mais forte ou chuva de vento molha todo mundo debaixo do abrigo.” Comentou Luis Gomes, morador de São José do Imbassaí.

Na passarela de São José, na altura do km 21, a prefeitura de Maricá instalou até o momento apenas um abrigo. Vale lembrar que a região é bem movimentada e quando o ponto tiver cheio e estiver chovendo, não caberá todo mundo debaixo do abrigo.

Um ponto que chamou a atenção é que, assim como os bancos das praças e orlas, os abrigos foram construídos com a chamada ‘arquitetura hostil’, impedindo que moradores de rua durmam nos bancos.

Uma vantagem observada nesse tipo de abrigo é a facilidade e a rapidez na instalação, já que o material já vem pronto da empresa fornecedora e é necessário apenas preparar a base e instalar o abrigo nos pontos de ônibus. “Eu adorei que instalaram esse ponto aqui pros moradores, antes a gente ficava no sol e na chuva e era muito ruim.” Comentou Débora Peixoto, moradora do bairro Manoel Ribeiro.

Abrigos instalados desde 2013 eram construídos em madeira e telhado colonial. (foto: João Henrique / Maricá Info)
Pontos instalados há cerca de 20 anos na RJ-106 ainda estão de pé. (foto: João Henrique / Maricá Info)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo