26.7 C
Maricá
domingo, dezembro 5, 2021

Maricá: Falta de uso do capacete corresponde a 69% das infrações de trânsito

Entre janeiro e agosto deste ano, Maricá registrou 6.490 infrações cometidas por motociclistas, sendo 4.500 por não uso do capacete. O levantamento foi feito pelo Grupamento de Trânsito Urbano (GTU), Guarda Municipal, Secretaria de Ordem Pública e Gabinete de Gestão Institucional (Seop), e traça um perfil das principais irregularidades cometidas no trânsito por motociclistas no município.

O estudo mostra ainda que foram registradas 400 infrações por conduzir uma moto sem habilitação, enquanto 900 pilotos foram flagrados andando na contramão, 600 por transitar no passeio e 90 infrações por manobras arriscadas.

Para o inspetor Silva, responsável pelo GTU, o maior problema detectado pelo órgão é a falta do capacete pelos motociclistas.

“Antes de tomar qualquer medida administrativa, os motociclistas e seus acompanhantes são orientados a buscar o capacete. Não conseguindo sanar o problema no local, é lavrado o auto de infração, o condutor é infracionado, sua habilitação é recolhida e a motocicleta rebocada para o depósito municipal, por se tratar de uma infração gravíssima”, explicou o inspetor.

Morador do Centro, o empresário Arthur Rocha, 34 anos, ressalta a importância da fiscalização na cidade. “Eu às vezes ando com medo na rua, não sei de onde pode sair uma moto com pressa, às vezes empinando, fazendo qualquer coisa. A fiscalização da Prefeitura é essencial para acabar com esse problema, e contamos com ela”, desabafou.