Notícias de MaricáTrânsito

RJ-106: Motoristas sofrem com crateras e má sinalização nas pistas

Não é de hoje que a rodovia Amaral Peixoto, que liga São Gonçalo a Macaé, cortando toda a Região dos Lagos do Rio de Janeiro, sofre com o descaso do poder público. Há anos o abandono de trechos importantes, como em Maricá, é sentido por motoristas que sentem na pele – e no bolso – o resultado da inoperância do DER-RJ.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) é o responsável pela RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) e deixa a desejar em sua conservação. A má sinalização é só um dos problemas da via, que atualmente sofre com crateras em toda a extensão.

Já não bastam as operações ‘tapa-buracos’ feitas nas pistas. Até mesmo as ondulações causadas pelo ‘tapa-buracos’ prejudica a fluidez no trânsito e causa desgaste de componentes da suspensão dos veículos, além de colocar em risco a vida dos motoristas e pedestres.

E na iluminação sem se fala. Se não fosse a Prefeitura de Maricá, no trecho que corta a cidade, colocar iluminação nos postes de energia elétrica (nem sempre há), a escuridão acompanha os motoristas durante as noites.

Agora, após mais um mês de chuvas, as pistas ficaram esburacadas e em muitos lugares com crateras que colocam a vida de motociclistas e motoristas em perigo. Enquanto a solução não vêm, os impostos como o IPVA e o ICMS dos combustíveis continuam sendo cobrados.

Crateras na RJ-106 colocam em risco a vida de motociclistas e motoristas. (foto: João Henrique / Maricá Info)
Crateras na RJ-106 colocam em risco a vida de motociclistas e motoristas. (foto: João Henrique / Maricá Info)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo