22 C
Maricá
sábado, junho 25, 2022

Ex-prefeito de Maricá, Quaquá tenta agilizar candidatura para se manter vivo politicamente

O ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá tenta se manter vivo politicamente após quase cinco anos sem mandato. Ele chegou a ser candidato a Deputado Federal mas não conseguiu assumir devido a uma condenação por improbidade administrativa.

Quaquá ficou por oito anos como prefeito de Maricá e iniciou algumas mudanças no município, como a criação do Bolsa Mumbuca e a implantação do transporte tarifa zero em partes da cidade. Porém, seu governo foi marcado por muitas denúncias de corrupção e ele chegou a sofrer um processo de impeachment que foi rejeitado após manobras políticas.

Em um governo marcado por perseguições a adversários políticos, como os ex-presidentes da Câmara de Vereadores Luciano Rangel Jr. e Chiquinho, Quaquá agora publica nas redes sociais que funcionários da prefeitura estão sendo ‘obrigados’ a colocarem adesivos de um pré-candidato a deputado.

Na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira (29/11), viu-se uma divisão clara entre alguns possíveis ‘apoiadores’ do ex-prefeito após a votação de uma moção de aplausos ao ex-prefeito Quaquá feita pelo vereador Hadesh. Enquanto alguns vereadores ‘rasgaram seda’ para Quaquá, como o líder do governo vereador Marcus Bambam, vereador Andrea Cunha e vereador Gabigol, outros como Frank Costa, Xandi de Bambuí, Tatai, Bubute, entre tantos outros apenas se calaram e votaram a favor da moção. Apenas o oposicionista Ricardinho Netuno foi contra.

Nessa segunda-feira à tarde Quaquá fez outra publicação em seu perfil, falando que ‘decidiu voltar depois do prefeito Fabiano Horta. A sede de poder de Quaquá vai de contra até mesmo o que Fabiano Horta pregou na campanha eleitoral de 2020, que é a renovação!

E por falar em Fabiano Horta. O chefe do executivo enviou uma mensagem no grupo de secretários dando o recado. Ele já deixou claro que quem irá direcionar o grupo politicamente será ele (Fabiano) na hora certa!

Ex-aliados dizem que personalidade centralizadora pode atrapalhar Quaquá na busca por apoios.
spot_img
spot_img
spot_img