quarta-feira, 8 julho, 2020
22.5 C
Maricá

Carcaças de carros são retiradas do Caminho Darwin

Carcaças estavam nas ruas Guarani e Caité, em Itaocaia Valley
A Secretaria de Segurança de Maricá, através da Guarda Municipal e em parceria com as Secretarias de Ambiente e de Obras, está retirando automóveis abandonados das estradas vicinais, em Maricá.Só este ano, já foram retiradas dezenas de carcaças abandonadas em locais como Cajueiro, Restinga, Zacarias e Aeronáutica. Na última segunda-feira (18/10), outras duas foram rebocadas das ruas Guarani e Caité, ambos próximos à Estrada da Barrinha, parte do Caminho Darwin, em Itaocaia Valley.
 
A operação realizada em conjunto pelas três secretarias, contou também com a presença do pessoal da Reserva Estadual da Serra da Tiririca (Reset), subordinada ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O órgão de fiscalização ambiental tem participado de ações no território maricaense, com equipes de Guardas-Parque e viaturas, sob a supervisão do subadministrador Fernandes.
  
“Com o Inea, nossos recursos aumentaram. Hoje, são 13 Guardas-Parque e duas viaturas, para fiscalizar a reserva. Procuramos manter a área, com o melhor nível de conservação possível. Todo fato danoso à reserva, é comunicado e combatido, pelos devidos meios legais”, adiantou.  
População agradece
A ocorrência de carros abandonados virou uma constante no município, gerando uma série de reivindicações por parte das comunidades. Visando a segurança da população, está sendo montado um grupo de trabalho que pretende acabar com os cemitérios de automóveis em Maricá. Segundo o subcomandante de Direitos Humanos da Secretaria de Segurança, tenente Marinho, não há como prevenir a chamada ‘desova’, quando carros roubados são largados em lugares ermos, saqueados e incendiados, mas é possível diminuir a incidência, evitando que esses lugares tornem-se desmanches naturais e habituais. “Além do fator segurança, queremos também preservar o meio ambiente. E atender às comunidades, faz parte desse trabalho de preservação”, comentou. 
O corretor de imóveis Antônio José Carlos dos Santos, 50 anos, morador de Itaocaia, declarou que é um alívio ver retirar essas carcaças de um bairro residencial e histórico como o nosso. Com a sucata vem o lixo, ratos, mosquitos e insegurança. “É preciso mais atenção com um bairro que tem uma história importante para Maricá”, enfatizou.
Relembrando
A antiga Estrada do Vai e Vem, também conhecida como Estrada da Barrinha e que liga os municípios de Maricá e Niterói pela Serra da Tiririca, faz parte do trajeto percorrido pelo naturalista inglês Charles Darwin, na primeira metade do século XIX. Depois de  lançar sua Teoria da Evolução, Darwin resolveu comprová-la na prática, embarcando no veleiro Beagle para uma viagem pelo Novo Continente. No Brasil, visitou o Estado do Rio de Janeiro – de Maricá a Macaé -, registrando dados em seu diário, sobre a riqueza da fauna e da flora tropical.
 
Em Maricá, pousou na Fazenda Itaocaia visitando a Serra da Tiririca, colhendo espécimes animais e vegetais, para seu trabalho. Depois de estar em outros lugares da América, como as Ilhas Galápagos, retornou à Inglaterra, onde publicou sua obra mais famosa, “A Origem das Espécies”. 
[fonte: (*) Secretaria Municipal de Comunicação: 20/10/2010]
78,421FansLike
27,269FollowersFollow
2,722FollowersFollow
984SubscribersSubscribe