domingo, 5 julho, 2020
22.5 C
Maricá

Sergio Cabral inaugura estação de tratamento de água em Maricá

Na manhã desta segunda-feira (31/01) o governador Sérgio Cabral, O vice Pezão e o Presidente da Cedae WagnerVicter estiveram no bairro do Flamengo inagurando a estação de tratamento de água no bairro do Flamengo.

Sérgio Cabral: Quem ganha é a população:
– “Não pode haver brigar entre políticos na cidade pois quem perde é o morador, o cidadão quer ver a obra acontecendo, ele não quer saber se a obra é do estado ou do município, ele quer ver o benefício, a obra acontecer.”


Youtube: Quaquá na inauguração da estação de tratamento de água da cedae no bairro do Flamengo em Maricá com a presença do governador Sérgio Cabral

O prefeito Quaquá por sua vez chegou atrasado a solenidade.

A qualidade da água do município de Maricá está garantida. Nesta segunda-feira (31/1), o governador Sérgio Cabral inaugurou as obras de expansão da Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade das Baixadas Litorâneas. O abastecimento dos distritos de Inoã e Itaipuaçu também será ampliado, com a assinatura do contrato que autorizou o início das intervenções para melhorar a produção nas regiões. Em Maricá, 40 mil moradores serão beneficiados com a oferta de maior volume de água tratada. As melhorias representam uma das maiores obras de infraestrutura da história do município.

– Hoje, assinamos o início das obras que vão levar à cidade a cobertura de mais de 80% de abastecimento de água. A obra da ETA de Maricá é de grande qualidade. Isso é resultado da aliança entre Estado, União e prefeituras, e quem ganha com isso é a população. Maricá vai se tornar cada vez mais uma área nobre, tem que ser tratada como uma jóia da coroa – ressaltou o governador.

O Governo do Estado, através da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Nova Cedae), investiu cerca de R$ 3 milhões na estação de Maricá, um dos investimentos de infraestrutura realizado para atender ao projeto do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Antiga reivindicação da população maricaense, a obra da ETA aumentará a distribuição de água de 80 para 120 litros por segundo, ampliando a vazão diária em mais 3,5 milhões de litros de água, um acréscimo de 50% na produção.

– Maricá é a zona sul do Comperj, por isso precisa estar estruturada para receber investimentos imobiliários e estruturantes. Para isso, o prefeito tem toda a razão de estar preocupado com a água e o saneamento, além de trabalhar para não permitir o loteamento clandestino, evitando o crescimento desordenado do município. A cidade vai se beneficiar do complexo petroquímico como uma área de qualidade de vida, de serviço – afirmou Cabral, que garantiu também que Maricá não corre riscos ambientais em relação às obras do Comperj e o despejo de resíduos.

De acordo com o presidente da Cedae, Wagner Victer, as intervenções na distribuição de água dos distritos de Inoã e Itaipuaçu receberão investimentos de aproximadamente de R$ 70 milhões. As melhorias fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), através da parceria entre os governos federal, estadual e municipal.

– A ETA de Maricá é uma obra que amplia a produção de água no centro da cidade. As intervenções estão em funcionamento e já têm reflexos positivos neste verão. Vamos antecipar em vinte anos os compromissos de investimentos para Maricá. Em Ponta Negra, a melhoria já está sendo feita, e antes do Carnaval, vamos começar as obras em Inoã e Itaipuaçu – disse Victer.

A produção da Estação de Maricá foi reforçada com o aumento da captação de água bruta do sistema de abastecimento com o assentamento de adutora com 6.120 metros de extensão e 250 mm de diâmetro. Um conjunto de floculador e decantador, em concreto, com capacidade para 60 litros por segundo, também foi construído. Para atender à nova vazão, a casa de química e as outras instalações prediais foram totalmente reformadas.

O prefeito de Maricá, Washington Luiz Cardoso, o Quaquá, resumiu as obras realizadas pela Cedae como uma revolução no saneamento da cidade. Quaquá também destacou o papel da parceria entre os governos federal, estadual e municipal no desenvolvimento socioeconômico do município, que deve receber mais R$ 22 milhões na nova fase PAC.

– A Cedae no governo Sérgio Cabral é outra empresa e Maricá tem recebido a atenção que merece. Posso dizer com toda a certeza que a cidade vive um momento histórico. Antes, apenas 10% da água era tratada. Maricá nunca viu recursos como esses. É uma revolução do saneamento da cidade – declarou o prefeito.

O vice-governador Luiz Fernando Pezão, o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, e outras autoridades participaram da inauguração das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Maricá.

[Fonte: LeiSecaMaricá]

78,413FansLike
27,269FollowersFollow
2,719FollowersFollow
984SubscribersSubscribe