terça-feira, 2 junho, 2020
22.5 C
Maricá

Moradores de Itaipuaçu sofrem com a falta de estrutura

Da redação | João Henrique – Os moradores do 4º distrito de Maricá estão sofrendo há anos com a falta de estrutura dos bairros como Jardim Atlântico, Costa Verde, S. Bento da Lagoa, Morada das Águias, entre outros.

Eles reclamam da falta de iluminação pública, falta de infraestrutura urbana como pavimentação, saneamento básico e água encanada. Em algumas partes do distrito, a tubulação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos já chegou, porém, não há previsão de quando os moradores terão o serviço fornecido.

A maioria das ruas ficam intransitáveis quando chove. Avenida 2, Rua 34, Rua 35, são diversas as vias que estão sem pavimentação e que deixam a vida dos moradores de Itaipuaçu a cada dia mais cansativa e penosa.

Rua 5, no Jardim Atlântico, ruas sem a mínima estrutura. (Foto: Reprodução | Jornal Atlântico)
Rua 5, no Jardim Atlântico, ruas sem a mínima estrutura.
(Foto: Reprodução | Jornal Atlântico)

Moradora há 25 anos no bairro, Dª Lourdes Guimarães, 64 anos, comenta que Itaipuaçu sempre sofreu com os governantes que passaram por Maricá. “Desde que moro aqui, nunca tive condições de sair de casa quando chove. Antes, ainda passavam uma máquina para melhorar o ir e vir, agora, fazem o asfaltamento nas principais ruas, porém, não chega nem perto do que precisamos.” Desabafou.

A internauta Larissa Canuto relata que há poucas semanas, uma senhora de 70 anos caiu em um buraco na Rua 32, esquina com a estrada dos Cajueiros. Ela comentou que as últimas chuvas fizeram a rua ficar com a água acumulada, o que impede a passagem dos transeuntes que necessitam ir à escola ou ao trabalho.

RUA 09, também no Jardim Atlântico.  (Foto: Luciana Fidelis)
RUA 09, também no Jardim Atlântico. (Foto: Luciana Fidelis)

Falta lazer, saneamento, segurança (só há um DPO da PM no bairro e uma cabine, não há nenhuma delegacia). Na área da segurança pública, Itaipuaçu sente a falta de uma DP, pois os moradores às vezes não fazem o registro policial por questões de locomoção.

Passagem improvida em Itaipuaçu é usada como acesso à praia. (Foto: Reprodução | O GLOBO)
Passagem improvida em Itaipuaçu é usada como acesso à praia.
(Foto: Reprodução | O GLOBO)

O bairro também sofre na área da saúde. Como em Maricá só há um hospital público, no centro, os moradores do distrito citado as vezes não preferem recorrer aos hospitais de outras cidades do que o de Maricá. “Além de ser mal atendimentos, o hospital de Maricá não tem condições de realizar muitos dos exames que precisamos.” Comentou a bióloga Nilza Sampaio, 38 anos.

Segunda a prefeitura, há um posto 24 horas no distrito, que é o de Santa Rita, no Jardim Atlântico, porém, as reclamações de que faltam médicos, medicamentos e condições de ser atendidos são muitas.

77,949FansLike
27,269FollowersFollow
2,718FollowersFollow
984SubscribersSubscribe