Missa e vigília mudam de Guaratiba para Copacabana

Terreno em Guaratiba, onde fica o Campo da Fé, é alagado pela chuva no Rio. (Foto: André Mourão/ Agência O Dia/Estadão Conteúdo)

A missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude, com a presença do Papa Francisco, que estava prevista para domingo (28) no Campo da Fé, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, foi transferida para a Praia de Copacabana, na Zona Sul. Segundo o Comitê Organizador da JMJ, o mau tempo tornou a realização impraticável, já que o local amanheceu tomado por lama nesta quinta (25). A informação foi confirmada pelo arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta.

Terreno em Guaratiba, onde fica o Campo da Fé, é alagado pela chuva no Rio. (Foto: André Mourão/ Agência O Dia/Estadão Conteúdo)
Terreno em Guaratiba, onde fica o Campo da Fé, é alagado pela chuva no Rio.
(Foto: André Mourão/ Agência O Dia/Estadão Conteúdo)

Em entrevista coletiva que ocorre na tarde desta quinta no Centro de Operações da Prefeitura do Rio, o prefeito Eduardo Paes pediu a compreensão dos moradores do bairro. Segundo ele, a situação de Guaratiba, “do ponto de vista de saúde coloca as pessoas em risco”, por isso, técnicos em saúde e logística recomendaram a mudança.

Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e do secretário da Presidência, Gilberto Carvalho, Paes adiantou que os eventos estão mantidos, mas que haverá contingências em Copacabana. Mais detalhes sobre as alterações somente serão fornecidos em outra entrevista coletiva, que está marcada para as 11h desta sexta no Rio.

Depois da abrir a vigília no sábado, a igreja pede que os peregrinos voltem para casa e não durmam na praia, já que não há estrutura montada para isso. Em Guaratiba, havia palco e estrutura de banheiros e montados.

“Seria uma atitude irresponsável nossa manter a vigília ali”, afirmou Dom Paulo, que integra o comitê organizador do evento.

Ainda segundo Paes, não houve aporte de dinheiro da prefeitura no terreno, apenas no entorno, como em dragagem de rios. Dom Paulo não informou o valor gasto para realizar o evento em Guaratiba, mas disse que tudo foi financiado pelo Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013 no Campus Fidei (Campo da Fé).

 Moradores contam prejuízo
Vizinhos do Campo da Fé, em Guaratiba, reagiram com surpresa e indignação à notícia do cancelamento dos eventos. Moradores e fiéis ouvidos pelo G1 dizem que a situação já era precária desde a semana passada e que a decisão poderia ter sido tomada com antecedência maior. Ainda assim, em razão das péssimas condições do local, os peregrinos consideraram a troca necessária.

DO G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here