Maricá: Onde está o novo hospital?

Projeto antigo do novo hospital municipal Dr. Ernesto Che Guevara.

Da redação | João Henrique – Anunciado em campanha eleitoral pelo prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), então candidato à reeleição, o novo hospital foi dito como a solução para a crise em que se encontra a cidade na área da saúde.

De acordo com o governo municipal, o novo Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara iria desafogar o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, que atualmente é o único hospital de emergência da cidade e que não possui sequer uma UTI.

Maricá: Local onde será construído o novo hospital. (Foto: Arquivo | MaricáInfo.com)
Maricá: Local onde será construído o novo hospital.
(Foto: Arquivo | MaricáInfo.com)

O novo hospital teria 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 19 enfermarias (com três leitos cada), seis salas de observação para adultos e mais três salas de observação para pediatria.

Onde está o novo hospital?

Mais de um ano após ser anunciado, o novo hospital não saiu do papel. Aliás, uma placa foi instalada na localidade onde será construída a nova unidade de saúde, na rodovia Amaral Peixoto, altura do KM29, no bairro Flamengo.

No local há também um indício do começo das obras com uma terraplanagem, que começou há cerca de um ano e parou. O hospital custará R$16 milhões para ser erguido, sendo R$ 11 milhões obtidos junto ao Ministério da Saúde e repassados pela Caixa Econômica Federal e R$ 5 milhões de contrapartida municipal.

Projeto do novo hospital municipal Dr. Ernesto Che Guevara. (
Projeto do novo hospital municipal Dr. Ernesto Che Guevara. (

Verba retida

Segundo informações obtidas pelo Maricá Info, as verbas para a construção do novo hospital Dr. Ernesto Che Guevara estão retidas na Caixa Econômica Federal. O motivo é que ainda não há uma licença da Vigilância Sanitária Estadual para que o novo hospital seja construído ali, naquela localidade. Segundo a Caixa, a verba também se encontra retida em função de pendência Jurídica e de Engenharia.

A obra só terá início quando o poder público municipal cumprir as exigências da Caixa Econômica Federal, que financia mais de 70% da obra.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here