domingo, 31 Maio, 2020
22.5 C
Maricá

Alunos do Elisiário Matta, em Maricá, ficam sem merenda

A diretora do Colégio Estadual Elisiário Matta, Maria Eugênia, suspendeu a merenda escolar e, segundo os alunos, está implantando um regime totalitário na tradicional escola pública de Maricá.

A diretora é alvo de reclamações de centenas de estudantes, que a acusam de impor o medo e de suspender a merenda escolar. Ela também teria proibido a venda de lanches. Maria Eugênia assumiu a direção do colégio no início do ano letivo de 2012, após a saída da antiga diretora Rosângela Fontoura Monteiro.

Maus tratos

Segundo funcionários que preferiram não se identificar com medo de represália, a diretora estaria maltratando alunos que ficaram de dependência em alguma matéria. “Ela acha que os alunos em dependência são inferiores aos outros. Um absurdo.” Disse um funcionário.

Uniformes

De acordo com a escola, o Governo do Estado ainda não enviou os uniformes para a distribuição entre os alunos. Muitos já compraram o uniforme do Elisiário Matta antes do uniforme do estado chegar, mas quem não tem condições ainda não tem o uniforme da instituição.

De acordo com a direção do colégio, uma reunião com estudantes na tarde desta quarta-feira (19) definiu um prazo para a solução dos problemas que o Colégio Estadual Elisiário Matta vem passando. Uma manifestação seria feita por alunos na próxima sexta-feira (21), mas foi transferida após a reunião.

Ainda segundo a direção, a falta de merenda se deu após a demissão de funcionários da cozinha, que trabalhavam para uma empresa terceirizada que perdeu o contrato com o Governo do Estado. Segundo alunos, a merenda foi servida normalmente nesta quarta-feira (19), bem diferente das últimas semanas quando os alunos chegaram a receber apenas biscoitos de maisena e suco.

77,929FansLike
27,269FollowersFollow
2,716FollowersFollow
984SubscribersSubscribe