24 C
Maricá
domingo, novembro 27, 2022

Semana Santa: peixes até 40% mais baratos em Maricá

Caminhão do Peixe, iniciativa da Prefeitura, estará no Centro (01 e 03/04), Caxito (31/03) e Itaipuaçu (02/04). Na Praça Conselheiro Macedo Soares também acontece o projeto “De olho no peixe”

Uma boa dica para a Semana Santa é o Caminhão do Peixe de Maricá com produtos até 40% mais baratos que os das peixarias da cidade. Desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária, a iniciativa oferecerá ao todo 460 kg de peixes no Caxito, Centro e Itaipuaçu. No frigorífico-móvel, a população encontrará xerelete a R$ 6/kg (mercado local vende a R$ 9/kg) e pescada e tainha a R$ 7/kg – são comercializadas a R$ 11, em média, nas peixarias. A Prefeitura compra direto dos pescadores, garantindo um preço acessível aos consumidores e incentivando a pesca na cidade.
O Caminhão do Peixe estará terça-feira (31/03) no Caxito, próximo ao Rotary Club, e na Praça do Barroco, em Itaipuaçu, na quinta-feira (02/04). No Centro (Praça Conselheiro Macedo Soares), o frigorífico-móvel atenderá a população quarta e sexta-feira (01 e 03/04). O horário de funcionamento é das 8h às 14h ou enquanto durar o estoque.

Serão oferecidos 460 kg de peixes. Tainha e pescada serão vendidas a R$ 7/kg e xerelete a R$ 6/kg. (foto: Fernando Silva)
Serão oferecidos 460 kg de peixes. Tainha e pescada serão vendidas a R$ 7/kg e xerelete a R$ 6/kg. (foto: Fernando Silva)

Além de aproveitarem as ofertas no Caminhão do Peixe, os moradores que forem ao Centro participarão do projeto “De Olho no Peixe”, campanha educativa do estado em parceria com a Prefeitura de Maricá que acontece pela primeira vez no município. Equipes orientarão a população sobre os benefícios do alimento e quais aspectos devem ser observados ao escolher um pescado fresco, como olhos e escamas brilhantes, e guelras vermelhas. Serão distribuídos materiais informativos e até receitas criativas à base de peixes e frutos do mar, de fácil preparo e a preços acessíveis. “O objetivo é incentivar o consumo do peixe na cidade”, destacou o secretário municipal adjunto da pasta, Rubem Pereira.
O projeto “De Olho no Peixe” é feito em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (SEDRAP), Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ) e secretarias municipais adjuntas de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária e de Turismo e Lazer.

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img