25 C
Maricá
sábado, dezembro 3, 2022

Maricá: Guarda Municipal estuda uso de armas não letais

A Secretaria Municipal Adjunta de Segurança Pública de Maricá está planejando adquirir armamento não letal, como a pistola de choque Spark, da fabricante nacional Condor. Os modelos ainda estão sendo analisados, como a pistola Spark DSK-700, que utiliza menos energia que a concorrente Taser, além de ter um alcance de 6 a 8 metros e um outro modelo, que tem capacidade para efetuar até 14 disparos simultâneos.

Os primeiros Guardas Municipais a receber o equipamento seriam os do Grupamento Tático Operacional (GTO), que irão passar por um treinamento técnico e prático na fabricante das pistolas de choque.

Reunião entre representante da fabricante Condor, agentes da Guarda Municipal e com o subsecretário de segurança Alberto Santos apresentou modelos de armas não letais. (foto: João Henrique / Maricá Info)
Reunião entre representante da fabricante Condor, agentes da Guarda Municipal e com o subsecretário de segurança Alberto Santos apresentou modelos de armas não letais. (foto: João Henrique / Maricá Info)

Segundo a fabricante Condor, a pistola Spark é a mais segura do mercado pois utiliza 40% menos energia, ela corta automaticamente a corrente após 5 segundos após os disparos, além de possuir travas exclusivas de segurança, o que nenhuma outra concorrente teria.

Os ítens de segurança não se restringem à limitação do tempo da descarga elétrica e a menor intensidade de amperagem. A Spark possui também dispositivo de dupla ação, que evita acionamento acidental, e cartucho com trava de proteção. A Spark  dispara dois dardos – com carga elétrica de 50 mil volts/2,8 miliamperes – capazes de neutralizar sem causar lesão permanente ou morte -, tem alcance de 6, 8 e 10 metros, mira a laser, memória digital e porta USB.

A intenção de armar a Guarda Municipal com as pistolas de choque é dar maior autonomia ao agente, que hoje em dia trabalha em parceria com a Polícia Militar no combate e prevenção à criminalidade, diferentemente de tempos atrás onde a Guarda apenas protegia o patrimônio público.

Reunião entre representante da fabricante Condor, agentes da Guarda Municipal e com o subsecretário de segurança Alberto Santos apresentou modelos de armas não letais. (foto: João Henrique / Maricá Info)
Reunião entre representante da fabricante Condor, agentes da Guarda Municipal e com o subsecretário de segurança Alberto Santos apresentou modelos de armas não letais. (foto: João Henrique / Maricá Info)

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img