sexta-feira, 18 setembro, 2020
22.5 C
Maricá

Maricá: Mulher é detida por furto de energia

Uma mulher foi conduzida à delegacia de Maricá na tarde da última terça-feira (22) acusada de furto de energia em uma vila de casas no loteamento Chácaras de Inoã, no terceiro distrito do município.

Segundo a concessionária de energia elétrica Ampla, foi recebida uma denúncia de um possível furto de energia em uma vila de casas na rua 12. Uma equipe foi enviada ao local e constatou as irregularidades, onde havia uma ligação clandestina de duas fases e neutro. A instalação havia sido feita direta, sem passar pelo medidor. Também no medidor do local havia uma ligação direta.

Peritos do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) estiveram no local das irregularidades e a Polícia Militar foi acionada para conduzir uma mulher que se apresentou como proprietária para a 82 DP (Maricá).

O que parece vantajoso para quem se utiliza desse recurso, na verdade é crime previsto em lei no artigo 155 do Código Penal. Quem cometer este crime pode ser condenado a uma pena que pode variar de um a quatro anos de reclusão, além de multa.
Mas há ainda outro risco, muito maior que ser pego: o de perder a vida. Quem faz uma ligação clandestina, normalmente sobe em um poste com cerca de 7,20m de altura e vai acessar uma rede energizada. A pessoa pode receber uma descarga elétrica e perder a vida imediatamente.

As companhias de energia também levam prejuízo com o furto de energia. Mais de 27 mil gigawatts-hora, ou cerca de 8% do consumo do mercado elétrico brasileiro, são consumidos no país de forma irregular. São cerca de R$ 8,1 bilhões em prejuízo, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Se a prática não fosse comum, a Light, por exemplo, concessionária do Rio de Janeiro, poderia reduzir sua tarifa em até 18%, já que o custo do “gato” é repassado aos consumidores.

Os equipamentos elétricos também correm risco devido à queda na qualidade da energia e às constantes interrupções no sistema elétrico, aumento do número de ocorrências de falta de energia e danos à rede elétrica com o rompimento de condutores e com a queima de transformadores.

79,144FansLike
27,269FollowersFollow
2,753FollowersFollow
1,290SubscribersSubscribe