Início Cultura I Salão de Belas Artes de Maricá é atração no Centro de...

I Salão de Belas Artes de Maricá é atração no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU)

(fotos: Fernando Silva)

O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), na Mumbuca, recebeu neste sábado (14/11) a primeira edição do Salão de Belas Artes de Maricá. Desenvolvida pela Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia, a mostra reúne obras (quadros e esculturas em um dos salões do CEU) de diversos artistas da cidade, homenageando Marco Antônio Cardoso Siqueira, irmão do prefeito Washington Quaquá, e o artista plástico Lincoln Lacroix Leivas. Na avaliação do secretário municipal adjunto de Cultura, Romário Galvão, o trabalho amplia de forma considerável os espaços onde os artistas podem expor suas obras. A iniciativa, ainda segundo o secretário, ganha ainda mais força a partir do momento em que recebe o reconhecimento de órgãos importantes do setor. “A importância deste Salão está na possibilidade de o artista ter um espaço para divulgar sua arte, seus trabalhos, chancelado pela Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo (Falasp) e Academia Brasileira de Belas Artes”, comentou.

A cerimonia de abertura contou com a presença de representantes do governo, artistas e público. Com apoio e curadoria do núcleo de Maricá da Falasp e da Academia Brasileira de Belas Artes (Abba), o Salão colocou em um mesmo espaço obras da escola impressionista, cubistas e realistas, entre outros estilos. O artista plástico Di Branco, o secretário de Cultura, Romário Galvão, e o Diretor Executivo da IDB Brasil (empresa proprietária do Complexo Turístico da Fazenda São Bento da Lagoa), David Galipienzo. Para o executivo, este tipo de iniciativa ajuda no desenvolvimento cultural, principalmente em cidades longe dos grandes centros. “Gostei muito das obras, da iniciativa. A cultura é importante em qualquer lugar”, afirmou.

Salão de Belas Artes conta com obras de artistas de Maricá. (fotos: Fernando Silva)
Salão de Belas Artes conta com obras de artistas de Maricá. (fotos: Fernando Silva)
Na abertura do evento, a artista plástica Meg Carvalho foi premiada com a medalha de ouro pela tela “Ruínas”. A medalha de Prata ficou para Beth Morgado, com a tela “Africanas”. O bronze foi para Selma Aquino com o quadro “Decepção”. A artista Milla, moradora em Cordeirinho, recebeu as medalhas e ouro e prata hors concours, com as obras “De boa com meu buldogue francês” e “Homenagem à Mão Preta”. “Estou muito feliz e surpresa com a premiação. Acho importante e necessário este Salão para a cidade e para os artistas daqui”, declarou.

Para o casal Alexandre e Rosaura Schiachticas, também com obras no Salão, a iniciativa da Prefeitura é importante para mostrar ao município as obras dos artistas da cidade. “Maricá merece um Salão assim. Está muito interessante e os artistas estão interagindo”, comentou Alexandre. O presidente da Falasp, Tiago de Menezes, ressaltou o trabalho desenvolvido pela administração municipal na divulgação do trabalho artístico da cidade. “Este evento é fundamental para que a cidade conheça de forma mais profunda seus artistas”. Yara Mochiaro e Sylvia Roriz, representantes da Academia Brasileira de Belas Artes, presentes ao evento, também parabenizaram a cidade pela iniciativa.

Aos 72 anos de idade, o artista plástico Di Branco que já teve obras expostas por salões dos Estados Unidos e Europa e há 42 anos escolheu Maricá para morar. Ele ficou surpreso com a qualidade dos materiais expostos. “Não esperava tamanha qualidade das produções. Acho que quem passar por aqui também vai se surpreender”, afirmou. O I Salão de Belas Artes Marco Antônio Cardoso Siqueira ficará aberto até o dia 26/11, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. O CEU fica no Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), km 28, na Mumbuca.

Salão de Belas Artes conta com obras de artistas de Maricá. (fotos: Fernando Silva)
Salão de Belas Artes conta com obras de artistas de Maricá. (fotos: Fernando Silva)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui