22.6 C
Maricá
quinta-feira, dezembro 1, 2022

“Mapa Musical RJ” promove palestras gratuitas em Maricá e Niterói

Projeto apresenta o mapeamento de casas de shows, espaços culturais, festivais, coletivos, estúdios e outros agentes culturais do estado

O recém-lançado projeto Mapa Musical RJ dá início a uma turnê pelo interior do estado, com dois eventos de lançamento, nas cidades de Maricá e Niterói. No dia 28 de novembro (sábado), às 16 horas, no CEU – Centro de Artes e Esportes Unificado (Rodovia Amaral Peixoto, km28, Mumbuca), em Maricá. E no dia 2 de dezembro (quarta-feira), às 18 horas, na Universidade Federal Fluminense, no Campus do Gragoatá, em Niterói. Nas duas cidades, além da apresentação do aplicativo, haverá a palestra gratuita “Circulação de Shows em um Mundo Digital”, ministrada por Daniel Domingues, um dos pesquisadores musicais envolvidos no projeto.

O Mapa Musical RJ (MMRJ) é um aplicativo de mapeamento colaborativo da cadeia produtiva da música do estado do Rio de Janeiro. O objetivo do projeto é dar visibilidade para a produção cultural da região, estimular a circulação e intercâmbio de informações de artistas brasileiros e estrangeiros e fomentar novos negócios em diversas cidades.

Realizado pela Ponte Plural (www.ponteplural.com.br) e pelo LabCult (Laboratório de Pesquisa em Cultura e Tecnologias da Comunicação da Universidade Federal Fluminense), o Mapa Musical RJ conta com o patrocínio da Claro, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Ministério da Cultura, CNPQ e FAPERJ, bem como o apoio do Instituto Embratel Claro.

O MMRJ inclui informações sobre Cursos de Música, Lojas de Instrumentos Musicais, Estúdios de Ensaio e de Gravação, Festivais de Música, Casas de Show, Festas Populares, Coletivos Culturais, Secretarias Municipais de Cultura, Empresas de Sonorização, entre outros agentes culturais locais existentes.

A pesquisa teve início em 2011, quando a equipe da Ponte Plural realizou uma circulação pelo interior do Estado do Rio de Janeiro e mapeou mais de 200 agentes culturais em 60 cidades. No ano seguinte, a iniciativa cultural lançou a listagem “Onde tocar no Rio de Janeiro?“, um primeiro mapeamento de casas de shows e espaços culturais do município do Rio que recebiam apresentações musicais.

A partir daí, a pesquisa teve seu âmbito ampliado e voltou seu olhar novamente para o estado do Rio. Assim, em 2014, a Ponte Plural firmou uma parceria com o LabCult, sob a coordenação da Profa. Dra. Simone Pereira de Sá, que já vinha desenvolvendo outros projetos de cartografia sonora e musical, e uniram forças para o desenvolvimento da pesquisa ‘Cartografias Musicais’, que obteve o patrocínio do Ministério da Cultura e do CNPQ. Esse projeto fez um novo mapeamento pelo estado e passou a incluir, além das casas de shows e espaços culturais, os festivais, coletivos, secretarias de cultura, estúdios, entre outros agentes culturais locais.

Em 2015, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto ganha o patrocínio da Claro, do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e o apoio do Instituto Embratel Claro. Todos os dados obtidos na pesquisa do ‘Cartografias Musicais’ passam a fazer parte de uma nova iniciativa: o Mapa Musical RJ, que agora ganha site e também versão em aplicativo. Hoje, o projeto conta com mais de 1000 itens culturais mapeados, incluindo serviço de geolocalização.

O MMRJ atende aos músicos profissionais e também aos amadores, uma vez que oferece informações sobre estúdios, lojas de instrumentos e cursos de música por geolocalização. Além das empresas e profissionais mapeados, o usuário do MMRJ pode indicar novos agentes da cadeia produtiva, o que contribui para que o músico trabalhe por conta própria, uma realidade do mercado musical neste novo século.

“A proposta é que músicos e produtores utilizem os contatos e informações disponíveis no aplicativo para, por exemplo, agendar shows, trocar informações, obter orçamentos e conhecer as políticas públicas locais. Além disso, qualquer interessado pode se tornar um colaborador e indicar novos espaços da sua cidade”, conta Luiza Bittencourt, da Ponte Plural, iniciativa cultural que idealizou e desenvolveu o projeto.

"O aplicativo tem por objetivo ser um mediador que coloque em diálogo os novos atores da cadeia da música, num momento em que o modelo de negócios deste setor busca novos caminhos. Assim, apostamos que ele possa contribuir para a inclusão social e para a descentralização dos negócios musicais, ainda muito concentrados nas grandes cidades", afirma Simone Pereira de Sá. "Além disto, a parceria com a Ponte Plural é motivo de orgulho para nós do LabCult e do Curso de Mídia da UFF, por estabelecer literalmente uma ponte entre a Universidade e um dos coletivos mais atuantes da esfera fluminense."

E para 2016, a Ponte Plural, em parceria com o LabCult, lança um novo projeto que dialoga e se conecta com o Mapa Musical RJ: o “Nós de Rede”, a primeira incubadora de redes culturais do Brasil. Com inscrições abertas até 15 de janeiro para as edições em Maricá e Niterói, o Nós de Rede possui uma atuação itinerante de formação em cultura que visa desenvolver competências criativas e empreendedoras em artistas, produtores e agentes culturais incentivando a troca de experiências e a qualificação profissional a fim de criar novos arranjos criativos locais que sejam conectados em rede.

Realizadores – Mapa Musical RJ:

Ponte Plural (www.ponteplural.com.br)
Trata-se de uma iniciativa cultural que atua desde 2010 no fomento ao empreendedorismo no setor musical e na articulação de redes no estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de criar novos arranjos criativos locais. Atualmente, a Ponte Plural desenvolve suas atividades nos seguintes núcleos: produção cultural, pesquisa, capacitação e incubadora de empreendedores e de redes criativas.

Em apenas cinco anos de atuação no Brasil, suas ações já atingiram mais de 50.000 pessoas em outros sete países: Inglaterra, País de Gales, Portugal, Dinamarca, Turquia, Chile e Porto Rico.

Em 2012, a Ponte Plural recebeu o Prêmio Economia Criativa do Ministério da Cultura na categoria de ‘Modelos de Gestão de Empreendimentos Criativos’. Em 2014, foi finalista do Prêmio Brasil Criativo e recebeu a Premiação de Iniciativas Culturais da Fundação de Artes de Niterói, ambos na categoria ‘Música’. No mesmo ano, foi contemplada no Concurso de Aplicativos da Incubadora da Universidade Federal Fluminense.

Em agosto de 2015, o case do Mapa Musical RJ foi apresentado na BAFIM (Argentina), a maior feira do mercado da música da América Latina. E em outubro, na WOMEX (Hungria), a principal feira de música voltada para artistas e empresários do segmento, especialmente ligados ao gênero da World Music.

LabCult (http://www.labcult.uff.br)
Laboratório de Pesquisa em Cultura e Tecnologias da Comunicação, vinculado ao Programa de Pós- Graduação em Comunicação e ao Curso de Estudos de Mídia da Universidade Federal Fluminense, que desenvolve pesquisas com coordenação da Profa. Dra. Simone Pereira de Sá sobre som, música, entretenimento e tecnologias da comunicação.

Serviço – Lançamento do Mapa Musical RJ – Maricá
Data: 28 de novembro (sábado)
Local: CEU – Centro de Artes e Esportes Unificado de Maricá
End: Rodovia Amaral Peixoto, km 28, Mumbuca
Site: www.mapamusicalrj.com.br
Horário do evento: 16h
Duração do evento: 19h
Capacidade do local: 60 pessoas
Tel para informações: 2263-7888
Classificação etária: livre
Preços: Gratuito
Formas de pagamento: Gratuito
Local de venda de ingressos: Gratuito
Acesso para pessoas portadoras de necessidades especiais em cadeira de rodas

Serviço – Lançamento do Mapa Musical RJ – Niterói
Data: 2 de dezembro (quarta-feira)
Local: Universidade Federal Fluminense – Bloco A, Campus do Gragoatá
End: Rua Visconde do Rio Branco s/nº
Site: www.mapamusicalrj.com.br
Horário do evento: 18h
Duração do evento: 21h
Capacidade do local: 40 pessoas
Tel para informações: 21 2263-7888
Classificação etária: livre
Preços: Gratuito
Formas de pagamento: Gratuito
Local de venda de ingressos: Gratuito
Acesso para pessoas portadoras de necessidades especiais em cadeira de rodas

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img