Início Carnaval 2016 Em Maricá, Hospital e UPA sem atendimento um dia antes do início...

Em Maricá, Hospital e UPA sem atendimento um dia antes do início do Carnaval

Falta de atendimento na UPA de Inoã e no Hospital de Maricá. (foto: Maricá Info)

Reportagem: João Henrique

Há um dia do início da programação oficial de Carnaval em Maricá, o Hospital Municipal Conde Modesto Leal e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Inoã estão com atendendo apenas a casos de emergência consideradas graves.

O problema na saúde se arrasta há semanas e, no dia 2 de fevereiro (terça-feira), a advogada Enaile de Sousa Alcantara Sucena fez um pedido ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) para suspender os eventos oficiais de Carnaval em Maricá em detrimento do caos que se encontra a saúde.

O que motivou o pedido foi a paralisação no atendimento e o aumento de turistas e visitantes na cidade, que chega a duplicar a sua população em períodos de festas, como o Carnaval.

Entramos em contato com o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, onde fomos informados de que apenas casos de emergência considerada grave está sendo atendido, mas que o atendimento ficaria normal ainda nesta sexta-feira (5). Na segunda-feira (1º) fomos informados de que a previsão para a normalização do atendimento seria na quarta-feira (3), o que não aconteceu.
O mesmo problema se repete na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Inoã, onde fomos informados de que o atendimento também só está sendo feito em pacientes que dão entrada em estado grave.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui